quinta-feira, 13 de setembro de 2012

EQUIPE "SENTA A PUA"

SENTA A PUA



  Tenho de  concordar que a grande maioria das competições de aeromodelismo é um belo espetáculo, com muita luta entre os participantes e a torcida ferrenha de suas equipes. Mas, ao público que as assiste, geralmente desconhecedor das modalidades em disputa e das regras que as regem, decorrido algum tempo de prova  a repetição de manobras causa tédio. As pessoas se cansam e aos poucos se retiram do local.  Isso é comum também em outros esportes, exceção para  jogos profissionais.
Como dirigentes, tínhamos essa preocupação  com o público assistente. Como segurá-lo?

  Surgiu, então, para segurar o público desde o início das competições, a ideia de se fazer algo parecido como os antigos "Aqua-Loucos", grupo que se apresentava em competições de natação com shows que misturavam técnica do esporte e brincadeiras. Eles eram um sucesso. Com essa apresentação seguravam a plateia enquanto as competições náuticas prosseguiam.
Imaginamos a abertura de um campeonato de aeromodelismo com um palanque cheio de autoridades civis e militares, Hino Nacional,  discursos etc...e, em seguida, para que todos os presentes tomassem contato com as várias modalidades a serem disputadas, seria anunciada  a apresentação da  "EQUIPE SENTA A PUA".   Como fazer?

  Selecionamos 12 entre os melhores aeromodelistas das modalidades de Voo-Livre, U-Control (voo circular com cabo) e de Rádio Controlado que se dispuseram a treinar e se apresentar num espetáculo desse. Para comandar o grupo, foi escolhido aquele que tinha o melhor trânsito entre todas as modalidades: o  José Celio Pinho.
Foram confeccionados belos uniformes, adquirido o material necessário  e a ideia criou forma.

Primeiro Teste:   Campeonato Brasileiro em Brasília

  A primeira apresentação da Equipe foi no Campeonato Brasileiro, em Brasília.
Com o apoio do Departamento de Educação Física, Esportes e Recreação - DEFER e  boa publicidade da imprensa,  conseguimos  a presença de grande público e de muitas autoridades.
 Até o Ministro da Aeronáutica,  Brig. Araripe Macedo, compareceu  com sua filmadora em punho.
Anunciada nos alto-falantes a  apresentação da "Senta a  Pua",  nossa preocupação cresceu.
O U-Control  iniciou  o show com a simulação de uma prova de acrobacia.  Um aeromodelista fazendo todas as manobras previstas  pelas regras FAI e um locutor descrevendo cada manobra.
 Em seguida, dois grupos de corrida em conjunto (Team Racing)  simularam uma corrida de 50 voltas com  reabastecimento de combustível.
Imediatamente foi demonstrado um voo de velocidade, o piloto apoiado num pilão no centro da pista  e o modelo  atingindo mais de 150 km p/hora. Incrível.
Bem treinados para dar continuidade ao espetáculo,  rapazes com modelos de voo-livre um pouco mais distantes do local da pista circular, mas bem visíveis,  soltavam seus aeromodelos sem comando,  com motor,  a elástico e planador.
Ao mesmo tempo,  um rádio controlado iniciava o voo com a realização de várias manobras, algumas bem arriscadas narradas  por locutor especializado, que arrancavam longos aplausos do público.
Para finalizar, quatro malucos se apresentaram numa prova de Combate, voando juntos no centro da pista, tentando cada um  cortar a fita de 5 metros de papel crepom da cauda dos aviões adversários. Em dois minutos todos modelos estavam estatelados no solo. Uma loucura.
Ao todo, a demonstração da "Senta a Pua" decorreu em 30 minutos cronometrados. Eu diria, com um final apoteótico.  Palanque e público entusiasticamente  aplaudindo o espetáculo da nossa equipe.
O objetivo foi atingido. Terminada a apresentação, o enorme público aos poucos dirigiu-se para os locais das provas, enquanto as autoridades, lentamente, comentando os vários aspectos da demonstração, se encaminhavam ao coquetel oferecido pelo DEFER.
 A imprensa, presente em grande número, muito apreciou a matéria. Publicidade não faltou.
Quanto a nós, dirigentes, felizes por iniciar o  Campeonato com a certeza de que o caminho fora o certo, ou seja, conseguimos mostrar o aeromodelismo como o belo esporte que é, além de hobby-ciência, sem a qualificação de brinquedo ou coisa de rico.
  Outros Campeonatos se realizaram nos mesmos moldes e temos a certeza de que a partir daí as  autoridades passaram a respeitar mais o  nosso querido esporte.

 Lamentavelmente a turma da "SENTA A PUA" foi desfeita, abandonada, seja por falta  dos Campeonatos ou  por acomodação dos dirigentes.
 Futuramente falarei sobre os vários Campeonatos realizados no Brasil e no Exterior onde a Esquadrilha se apresentou com grande sucesso, deixando uma enorme saudade.



Logo "SENTA A PUA" utilizada pela FAB