terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O OBVIO - UM FELIZ NATAL A TODOS




 Mensagem natalina sempre nos traz recordações. Recordações que nos são caras, algumas nem tanto, mas sempre o coração fica apertado por estarmos juntos a todos  os amigos pela Internet  que nos acompanham neste blog, e tão distante fisicamente para poder dar "aquele abraço". O Brasil é enorme e nossa cidade São Paulo está difícil de atravessar entre o norte e o sul, num transito caótico.

O Blog foi criado para falar sobre modelismo em geral e tentar colaborar com ideias e soluções sempre baseadas em experiencias anteriores.

Neste ano, falamos sobre amigos que se foram  para o andar de cima (ou de baixo?). Certamente deixarão saudades.

Gostaríamos de trazer recordações através de videos ou fotos que temos em boa quantidade, mas ainda não aprendemos como fazer isto neste maldito computador.

Talvez  alguma noticia mais alentadora para o Modelódromo?
Quem sabe no  ano que se aproxima?

Meus queridos amigos, tenham um Feliz Natal com seus familiares e que o Ano de 2014 não nos decepcione,  que venha só com boas notícias e muita saúde.

Aceitem nosso grande abraço.

ATÉ  BREVE


sábado, 14 de dezembro de 2013

quem pode nos ajudar?

Uma figura fala mais  do que l.000 palavras. É um dito popular. Grande verdade.

Os artigos que escrevemos no blog, poderiam ser  interessantes se acompanhados de fotos e videos.

Nos ensinaram como fazer mas... infelizmente não me dou bem com o computador. Ele não me obedece. Somos "burros" mas ele não. Tento, entra a figura,  mas falta algo para que seja  aproveitado pelos que leem o artigo. Percebemos a dificuldade nos artigos da Ministra Ângela Merklim,  do Campeonato Mundial na França - 2013, e foto do Brasileiro de VCC no Ibirapuera.  

Por exemplo: temos um vídeo (DVD) da "Prova dos Caixotes" - de 2013. Um presente do Fernando (Fernandão da Aero-Brás). Uma graça. 8 minutos bem filmados e narrados. Vão conhecer o VCC, antigo U-Control. Aproveitar e ver o Clube Santana. Vale a pena ser visto por todos.
E daí? como transplantar para o Blog?

Se alguém puder nos ensinar, agradeço em nome de todos.    Precisa ser bem didático, nunca esquecendo que já passamos dos 80 e a cabeça está um caos total.  Desculpem

Se puderem e acharem melhor enviar via e-mail, anotem: wnutini@globo.com

Ficamos felizes em saber que o blog é também lido na Argentina e Chile. Já passamos  de 6.000?  Pedem que transcrevêssemos em espanhol. Tão brincando.

Antecipadamente agrademos.

IBIRAPUERA

Recebemos um telefonema do snr. Mauro, novo administrador do Centro de Modelismo. Demonstrou grande interesse em conversar sobre o uso do Modelodromo?
Ficou de marcar uma breve data para uma   entrevista..

Estamos aguardando...

Hoje dia 21/12 soubemos que a Prefeitura está com problema de documentação sobre a propriedade do local. Está dividido entre a Secretaria de Esportes e a Sub-Prefeitura de  Vila Mariana,.
Fez uma reunião com dirigentes do local para ver se faturam algum tutu com os usurários?
 Vão discutir o assunto em breve.

Continuamos aguardando o convite do administrador snr. Mauro para uma entrevista.







sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Nota de falecimento

 


Nosso Blog é em especial para amigos do aeromodelismo embora sabemos que muitos companheiros
gostam de saber das noticias relacionadas á família.

Hoje, sexta-feira, acaba de falecer o grande aeromodelista Paulo Solon Ribeiro. Mais informações serão dadas assim que soubermos através do Guilherminho, que acompanhou o desenrolar de seus últimos dias.

Agora nos chega a informação que o velório será no cemitério Cachoeirinha, onde será sepultado as 14 horas.

Recebemos também através de Mario de Lucca, que ontem faleceu outro aeromodelista, bem conhecido em campo, praticante de RC -   Ciborgue.

Certamente se encontrarão lá no alto,  com tantos outros que nos abandonaram tão prematuramente.


                     Bela foto de meu amigo e irmão - Paulo Solon Ribeiro

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CAMPEONATO MUNDIAL DE MODELOS RADIO CONTROLADOS ESCALA 2013 SUISSA

         

CAMPEONATO MUNDIAL DE MODELOS R/C ESCALA - 2013 NA SUISSA

Um belo vídeo  (coisa profissional)  do maior campeonato de Escala R/C 

Para visualizar o  vídeo é só ir com o mouse  em cima do vídeo e clicar no triangulo branco/vermelho.   

Anotei os melhores momentos que me chamaram a atenção:

* Começa com uma bela vista panorâmica do local do evento.
* Uma senhora recepção aos participantes, com bandas e muita festa
* Desfile com as equipes das nações e seus representantes.
* Antes do inicio do Campeonato, houve demonstração de caças da Força Aérea Suissa
* Atenção ao desfile dos modelos que estavam presentes para a competição.
* Notem a oficina em local apropriado para reparos e montagem de modelos
* Boas cenas do publico apreciando,  munidos de filmadores etc...
* Aproveitamos para aprender como fazer a checagem dos modelos,  com os juízes  na comprovação dos      dados oficiais de cada modelo em escala, medidas,  peso e etc...
* Os juízes reúnem os competidores para esclarecer com as planilhas  como deverão ser o voos.
* Muitos modelos vieram com bombas destacáveis, fumaça, e pilotinhos que se movimentam em seus              acentos. Uma preciosidade de detalhes construtivos.
* No inicio houve um show com voo do  modelo russo para esquentar o publico
* Vejam uma visão geral do grande publico presente
* Cenas da premiação que deu a logica com o grande campeão,  o incrível  Russo

Acredito que boa parte dos aeromodelistas aficionados pelo R/C Escala já tenham visto este vídeo, mas deve ficar neste blog como uma reportagem a ser guardada com carinho por todos nós 






sexta-feira, 15 de novembro de 2013

IBIRAPUERA E PROVA DO CAIXOTE

 

IBIRAPUERA

Tentamos falar com o Secretário de Esportes do Município de SP e, como informamos anteriormente,
a secretária do ilustre informou que o mesmo estava viajando e que o Modelódromo havia apenas substituído o  administrador. Aliás, trocaram também o nome do local que passou a chamar
Centro Esportivo e de Lazer Modelódromo do Ibirapuera. Mas a troca de nome parece coisa rotineira, pois acontece sempre  com a mudança de Prefeito em SP.

Esta semana recebi um convite para o Campeonato Brasileiro de VCC a ser realizado justamente no Ibirapuera, no feriado de 15 de Novembro.
Acreditamos, então,  que tudo esteja correndo normalmente, o que espanta  a ameaça do fechamento do Modelódromo.  Seria um final feliz para nós aeromodelistas.

PROVA DO CAIXOTE 

CLUBE CASA, especializado em VCC,  muito gentilmente e através do amigo Fernando da Aero Braz, nos enviou um DVD com a gravação da Prova do Caixote 2013.

Já comentamos aqui no blog sobre esta competição, sem dúvida uma das mais importantes do aeromodelismo, tanto para iniciantes como para veteranos. 
Da mesma forma, a revista Hobby News  numa bela reportagem comentou a prova, elogiando também a sede do Casa, bem cuidada e cada vez mais bonita.

A  idéia da prova é genial:
Realizada na pista principal da sede do Casa em Santana, zona norte de SP, a prova sempre  acontece em dois dias subsequentes, geralmente iniciada num sábado, com término no domingo. 

São convidados a participar  praticantes do VCC (antigo U-Control)  formando equipes, as quais geralmente se apresentam com nomes muito engraçados. A cada ano aumenta o número de grupos participantes.

A finalidade da prova é cada equipe montar com caixotes de madeira fornecidos pelo Clube, um aeromodelo  de sua livre escolha,   com prazo de apresentação do mesmo no final do primeiro dia, em horário pré-determinado, usando tão somente a madeira fornecida.  Nada de isopor ou outros, embora podendo usar rodas, trens de pouso, colas, tintas, papéis para cobertura, um motor Diesel ou Glow pequeno, cabos e manetes próprias.
Para a montagem dos modelos, o Casa,  que é bem organizado, deixa disponível um salão com bancadas, ferramentas e máquinas para uso dos participantes.

No dia da prova, a esforçada diretoria do Clube prepara no centro da  pista um monte de caixotes  de madeira,  daqueles usados para acondicionar cebolas ou alhos.
Dado o sinal de início de prova, todos participantes saem correndo para o centro da pista escolhendo a melhor caixa que encontrar e, rapidamente, "voam" para a montagem. 
Pode-se imaginar, então,  as cenas incríveis que são vistas a partir desse momento. Um espetáculo!  São  como  formigas correndo por toda parte,  vendo o tempo se esgotar.

Depois de prontos, os modelos ficam expostos e reclusos no salão durante a noite do primeiro dia. 
Aproveitando esse repouso (?),  a diretoria do Clube  julga o desenho, o acabamento e  a montagem  dos modelos, dando notas de 0 a 10. 

No domingo, são realizados os voos (isso, quando alguns conseguem voar ) e os juízes dão notas pela qualidade  do voo.

A melhor ilustração dessa alegre competição é através do DVD que recebemos. Porém, infelizmente,
nem sempre conseguimos passar vídeos para o PC, por pura incompetência nossa. Vamos tentar. Se alguém puder nos ajudar a encontrar o melhor caminho para esta transposição, por gentileza nos informe. wnutini@globo.com. Mesmo assim vamos publicar este artigo para que não fique superada a notícia. Quanto as fotos e vídeo, se não saírem, certamente alguém nos ajudará e enviar no próximo artigo. Por enquanto pedimos desculpas.

Finalizando, cumprimentamos os companheiros que prestigiam a prova com a organização e a participação. É sem dúvida uma bela maneira de se conquistar novos adeptos e pôr os veteranos a correr. A prova poderia ser imitada em todas as cidades, onde existam aeromodelistas do VCC, e nem precisa de pista apropriada. É simples e divertida.

Parece que difícil mesmo é ter bons e dispostos diretores.

                                                                          
      




sexta-feira, 1 de novembro de 2013

NOTICIAS BOAS E MÁS -

  



MODELODROMO  DE SP

AUTOMODELISMO -


Conforme informamos em artigo anterior, dentro de nossas  poucas possibilidades de contato com autoridades, tentamos um encontro com o Secretario de Esportes do Município de SP. É  difícil,  somente fomos atendidos pela secretária. Sempre ele está viajando!

Nos parece que houve apenas uma troca de administrador do local, ou seja:

Benedito Rodrigues Filho foi substituído por  Mauro Bernardes.

Através de um  companheiro do Panathlon, Edson Francisco Lapolla,  enviamos um relatório para o Snr. Mauro Bernardes a fim de que conhecesse a historia de como foi construído aquele local, suas finalidades e uso. Tem leis que regem o funcionamento.

Achamos conveniente ele saber. Esse relatório, se por ventura alguém quiser conhecer é só nos pedir cópia.

Esperamos que tudo continue a funcionar normalmente e assim que tivermos algum retorno á nosso relatório, estaremos aqui contando para os amigos modelistas.

MÁ  NOTICIA

Nos  informa o prezado  auto-modelista  Luciano,  que Oswaldo Pace veio a falecer, vitimado por um fulminante enfarte.

Fizemos um comentário em um de nossos  artigos "REVISTA SPORT MODELISMO" contando uma breve historia desse  que chamei na ocasião de "maluco de pedra".

Esse admirador da Revista, um dia nos visitou para nos conhecer e convidar a apreciar sua coleção de modelos de fenda - "antigos Autorama".

Instalado em seu sítio perto de Embu, encontramos uma indescritível  coleção, com mais de 3.000 mil modelos,  todos intatos, completos, motorizados, pintados  e em suas embalagens originais!  Alojados numa construção especial, com controle de temperatura e umidade, prateleiras ricamente confeccionadas em madeira. Além dessa belíssima coleção, também guarda em local apropriado, coleções de revistas do gênero, de todo mundo, inclusive a nossa SM - completa.
Importou e instalou uma pista de corridas com 8 pistas com programação eletrônica para classificações, iluminação para corridas noturnas, só para ele e seus amigos.

Carinhosamente o apelidei de "maluco de pedra". Não vi nada igual até hoje.

Meses após nossa visita, nos avisou que estava inaugurando uma loja especializada no ramo de modelos em geral, na Zona Norte de SP bem perto de nossa residência. Deu o nome de "SEBRING".

Muito bonita, com pistas para competições, vitrines especiais para cada tipo de modelismo e oficina para reparos. Tem até posters da SM. Teve como parceira sua esposa.
Lá está ela até hoje, cumprindo a função de administradora com  todos seus  problemas,  conservando um sonho de seu esposo,  meu querido amigo OSWALDO PACE.

Anexo um vídeo enviado pelo Luciano feito em Outubro pp. para  TV numa ótima reportagem . Vale a pena conferir, apesar de ser um pouco longo para computador.

O problema da vida,  é ter que enfrentar noticias como esta, um jovem idealista do modelismo com pouco mais de 60 anos,  nos abandona prematuramente.  Uma perda irreparável.

Como sabem, somos um perna de pau em PC e se não  entrar o vídeo anexo, procurar a reportagem no: Gloogle ou: YouTube   - "Auto Esporte - Oswaldo Pace"

Para quem aprecia automodelismo é um prato cheio.   
ACESSE CLICANDO NO TRIANGULO CENTRAL

                                                                                 

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

INFELIZMENTE O PREVISTO ACONTECEU





UMA  BOA  NOTICIA  ENVIADA  POR  MARCOS MOLLO DA ARGENTINA


Mais um vez nosso estimado amigo Marcos Mollo, vence o Campeonato Argentino de 2013 - Peanuts. Parabéns pela vitória e o mais importante para nós brasileiros, provar ao Mundo com seu modelo escala, que Santos Dumont construiu em 1906 o primeiro mais pesado que o ar,  que decolou com seus próprios meios e sem ajuda de catapulta. Foram mais de 200 metros de puro voo.   Tivemos em 2006 a oportunidade de ver uma replica em tamanho original, voando na Esplanada dos Ministérios em Brasília no aniversário dos 100 anos desse primeiro voo.





Foto do modelo ganhador do Campeonato Argentino de 2013 - Peanuts - 14 BIS de Santos Dumont
                                                 Construído e voado por Marcos Mollo


VAMOS AS "MÁS"  NOTICIAS


Finalmente me ensinaram como anexar vídeos para o nosso blog. Assim sendo informamos que o tal do voo por sobre a cabeça da Chanceler alemã Ângela Merkel,  poderá ser avaliado do perigo que representam os DONERS.
O vídeo está nos dois  artigos que falamos  a respeito anteriormente.  Vale a pena conferir e refletir.  "O que podemos fazer?"

COMO PREVIMOS EM ARTIGO ANTERIOR SOBRE O MODELODROMO - VCC IBIRAPUERA


Recebemos uma mensagem do grande aeromodelista de VCC- e Corrida em Conjunto, Nelson Mary. Conhecido entre nós como um grande incentivador da pratica do esporte, sempre se interessou também pelo bom ambiente e organização do aeromodelismo. Anexo abaixo o teor total da mensagem.  Dentro de nossas  poucas  condições atuais entre autoridades,  faremos o possível para contatar o Snr. Secretário de  Esportes do Município e verificar o que realmente está  acontecendo. Se for pura rotina  troca de dirigentes, tudo bem. Se o Modelodromo estiver em risco, vamos nos unir ou rezar em conjunto.




Em resumo, este decreto, determina que o Modelodromo - SP, trocará sua administração, exonerando o atual administrador e ficando diretamente para a Prefeitura a incumbência de cuidar do local.  O que isto significa? Saberemos no transcorrer desses dias. Vamos aguardar.

Hoje dia 24/10 tentei falar com o Secretario de Esportes e fui informado que está viajando. A Secretária informou que já há um encarregado de administrar o Modelodromo. Ela provavelmente irá agendar com ele uma reunião nesta próxima sexta-feira dia 25 para esclarecer o assunto a fim de  que possamos dar uma satisfação aos modelistas que utilizam o local.


segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Helicópteros - Quadricópteros - Drones - Ângela Merklin

Gosto de ler semanalmente as noticias da boa revista "VEJA".
A edição do dia 4 de Setembro pp. chamou-me  a atenção em seu complemento  "Vejinha SP".  A capa  trazia - ESPIÕES VOADORES.
 Como normalmente ocorre, é um bom artigo, esclarecedor onde os não aficionados aeromodelistas puderam conhecer o que é um DRONE. Nós já mencionamos em um de nossos artigos, e o chamamos de  quadricóptero.
Até sugerimos na ocasião que a nova modalidade de aeromodelismo seria talvez a novidade mais promissora dentro as varias que conhecemos, pois reúne tudo o que um novado pode querer sem fazer muito esforço. É só voar!
Vamos lá: 1 - não da trabalho  para construir - em geral já vem construído. 2 - apesar de ser necessário saber pilotar um Radio Controle,   nada o impede que se inicie sozinho. Seguindo as instruções dos fabricantes é fácil o aprendizado. 3 - Voa em qualquer espaço por menores que sejam.
Em função de sua imediata aceitação, o volume de industrias que se interessaram em fabrica-los aumentou extraordinariamente em todo mundo.  Prato cheio para os "china" que entre nós os apelidamos como "shilim-shilim". 4 - o valor para a compra caiu vertiginosamente sendo que em alguns locais ( lojas de eletrônicos) estes são encontrados por pouco mais de R$300,00. Já vem com câmaras para filmagem. Custa menos que uma bola de futebol. Evidentemente que modelos mais sofisticados podem  chegar a valores altos,  mas valem a pena  por serem utilizados principalmente em publicidade.



Este é um atual DRONE com 8 motores, e câmaras instaladas 

Os aeromodelistas que praticam o helimodelismo, ou seja uma miniatura de helicóptero, fazem na pratica tudo o que um dos grandões normalmente fazem e muito mais. 
Acredito que engenheiros da aeronáutica ou mesmo aeromodelistas experientes, resolveram construir algo novo como um helicóptero que não necessitasse  da  hélice na vertical na traseira dos modelos. Essa hélice é que produz o efeito de anti-rotação ocasionada pelo movimento da hélice grande na horizontal da parte de cima   que todos conhecemos. Nos helicópteros foi resolvido o problema com a construção de duas hélices horizontais, mas o bicho ficou muito grande e custoso. É  utilizado pelas forças armadas, ou para transportes que necessitem carregar muito peso.
Um belo dia vi no Ibirapuera  meu amigo Marco Antônio Medeiros, muito competente, pilotando o que era uma novidade para mim. Um quadricóptero. Subia, descia, voava para esquerda ou direita com muita facilidade. Uma maquina esquisita,  RC,  com quatro motores elétricos horizontais,  movidos a bateria.
Em seguida vieram  com 6 motores e atualmente até com 8 como os da foto acima. Certamente já estão sendo construídos pela indústria aeronáutica em  tamanho grande,  lógico  com piloto dentro. No artigo da revista VEJA, são utilizados nas maneiras mais incríveis que se possam imaginar. Nas forças armadas para a luta nos ares, nas publicidades, reportagens, enfim são  vistos em toda parte. O  importante para o publico em geral é que saibam serem  pilotados por radio-controlistas. Ninguém morre em lutas aéreas ou ataques terrestres convencionais. Beleza.
São chamados de DRONE. O nome surgiu pelo ruído igual de uma abelha zangão, que os 8 motores produzem. Bom para afastar os inimigos, principalmente aves.
Drones - coisinha feia mas eficiente
                                               
Uma das milhares de utilidades. Um medico recebe um desfibrilador para atender um caso de enfarte em campo de golfe. Desceu de paraquedas. Bom piloto. Já vi publicidade com pizzas serem entregues na mão, roupas já lavadas por tinturaria,  policiais correndo atrás de criminosos orientados por eles, , etc... 

E aí vem a pergunta: porque escrever sobre um ZANGÃO num blog que deveria ser só sobre aeromodelismo? 
PERIGO: Não vamos nos deixar levar pelo pessimismo mas advirto, temos lutado durante todos estes anos, para que o aeromodelismo fosse reconhecido  como esporte. Sabemos que é esporte, hobby e ciência.  Prova existe por toda parte. Mas me preocupou no artigo mencionado,  ler sobre alguns acidentes que os mesmos tem ocasionado pelo seu mau uso. Na China, na Inglaterra, nos EUA, no Brasil,  alguns fatos foram fatais.
Relembro em passado recente quando o Radio Controle funcionava com frequência modulada (FM). Com aeromodelos voando com frequências iguais, voavam sem serem avisados, e haviam centenas delas, os acidentes ocorriam com regularidade.  A mídia sempre se interessou por acidentes diferentes e os nossos sempre foram  especiais. Principalmente com ferimentos. Na ocasião o  órgão da aeronáutica DAC emitiu resoluções disciplinando o uso em voos  de aeromodelos  RC.
Sem pretender ser didático, para os que não estão por dentro do nosso esporte, com a tecnologia avançando surgiu a frequência de 2,4g.  É uma frequência especial que o transmissor e o receptor colocado no modelo, estes escolhem entre centenas de frequências a que está sendo utilizada somente naquele modelo. Acabou o problema  de voar modelos com frequências iguais e acabaram-se as colisões e brigas em campo. Quanta lenha! Também foi muito utilizada para desculpar as barbeiragens de pilotagem. Certamente também  evitar  perder algum amigo de campo.
Quanto a preocupação com o PERIGO, chamo a atenção para os clubes e radio controlistas em geral para ficarem atentos com os novatos que eventualmente querem voar em pequenos locais de fácil acesso, ruas principalmente, sem pratica de RC e entusiasmados,  esquecem terem nas mãos um instrumento que pode ocasionar ferimentos graves em si próprio ou a incautos apreciadores dos voos bonitinhos, desconhecedores da arma que está bem próxima do alvo (sua cabeça).  Vi recentemente infelizmente, fotos de acidentes ocasionados pelas hélices,  com cortes profundos,  uma imagem feia de se ver.
No artigo da VEJA, DRONE constantemente é mencionado como um brinquedo de aeromodelista. Sinaliza  que  a atual ANAC o órgão governamental que regula toda atividade aeronáutica,   já  está providenciando normas para utilização dos DRONES e certamente sobrará dificuldades para os aeromodelistas.
Lutamos anos a fio para proteger nosso esporte-hobby de proibições absurdas que existiram entre outras  como proibir a importação de qualquer tipo de  aeromodelo e seus componentes, (atenção importadores) sob a alegação que não era esporte e sim um BRINQUEDO DE GENTE RICA. Juntos não podemos permitir perder essa guerra. Existe  Lei nos protegendo e afirmando que somos esporte, mas leis podem ser revogadas.  Como meus pais diziam: ATENTI.
Vamos ficar atentos, passem estas informações a seus colegas e atenção aos ZANGÕES. Eles são uma bela aquisição de novos aeromodelistas, temos o dever de orienta-los,  precisamos de novos adeptos,  mas não vamos nos deixar  confundir:  "alhos com bugalhos" como dizia o poeta.

Hoje dia 16/09/2013, recebo informação que a premier Ângela Merkel, da  Alemanha, discursava em praça publica para seu eleitorado, quando surgiu nos ares um Drone RC 4 motores, pousando praticamente aos seus pés. Correria com policiais para retirada imediata do objeto. Vi o vídeo. Saberemos em breve se haverá retaliações contra aeromodelistas ou fanáticos. Quem avisa amigo é... 


Um bom video é da chanceler Agela Merkel. Entrem no YouTube, e coloquem o titulo a procurar:
GERMAN CHANCELER ANGELA MERKEL AT CAMPAIGN EVENT

Apreciem o perigo que ela correu!
  

                                   

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

VOCAÇÃO

Estranho, no dia 7 deste mês de agosto publiquei no blog um artigo sobre vocação.

Achei que ficou interessante por se tratar da relação do aeromodelismo/aviação.   Ontem liguei esta "maquina maldita" (vulgo PC) para rever o blog e  verificar se não tinha cometido  barbeiragens no ultimo assunto que comento o mês de Agosto. Tudo parecia que corria bem mas com surpresa vi que o artigo anterior sobre "vocação"  SUMIU?  Entrei em pânico. Fui rever todos os artigos enviados ao blog. Também não encontrei o " Reconhecimento do aeromodelismo parte 1"?  como será que foram deletados?  Entender o que escrevo é complicado, como entender um artigo parte 2, sem saber a primeira parte?  Que loucura. Não adianta eu quebrar  pau com o computador, sei que no final saio perdendo.
Realmente sou um perna de pau nisso aqui. Procurei até debaixo da mesa e nada; o jeito é pedir licença a meus amigos, vou abrir novamente a tela e fazer tudo de novo.  Lerem duas vezes a mesma coisa parece praga. Se eventualmente alguém neste interim  conseguiu ver o artigo, vou  abusar e solicitar que me informem. Vai aí o velho jargão - "onde será  que errei? "  -  aproveito para  pedir que me ensinem a mexer  nessa "maldita e fantástica maquina que é o PC".

Um poucos de história

Para possivelmente tentar resolver o problema da perda dos artigos tenho que voltar aos idos em que comecei a atuar como presidente  da ABA. Haja paciência dos que tem que aturar tanto blablabá. 
Por volta do ano de 1974, recém eleito para a presidência da ABA atual CoBra fui convocado pelo DAC pelo então Diretor Geral, Ten. Brig. Deoclécio Lima de Siqueira, a participar num Seminário sobre atividades aerodesportivas, no aeroporto Santos Dumont sua sede. Na realidade o Seminário foi dividido  em duas partes:   No período da manhã compareci e fui  enviado para a  sala onde já sentados estavam   em uma mesa comprida com uma dúzia de  militares capitaneados pelo Diretor, bem de frente. Duas cadeiras no lado de cá,  para mim e para o saudoso Paulo Sampaio que me acompanhava.
Seriamos sabatinados?  O assunto:  "como pode o aeromodelismo ajudar  na carência da vocação de jovens para a aviação?  Um prato cheio para nós convenhamos. Esse seminário foi posteriormente publicado em um pequeno livro - editado pelo Ministério da Aeronáutica, que o guardo carinhosamente.


A primeira pergunta: "O senhor que representa o aeromodelismo pode nos informar porque não temos ouvido ou visto  falar sobre  o aeromodelismo?  O que esta ocorrendo?  Como podemos ajudar?"

Era tudo o que queria ouvir.  Passado o susto e nervosismos anteriores, pude com calma esclarecer todas as adversidades por que passamos  nesses anos de luta. "Se minha memoria permitir vou enumera-las":

1 - É voz corrente entre os que praticam o esporte, que por ser relacionado a Aviação, nunca militares da aeronáutica vieram nos  procurar e dar apoio? Complicado. Sempre ouço os aeromodelistas reclamando que nunca foram procurados por uma autoridade da aeronáutica para nos ajudar. Como as autoridades poderiam saber ou se interessar por nós? Faltou o meio de campo, como dizem os futebolistas.
Omissão dos esportistas ou das autoridades?  Não nos  interessa procurar culpados.
Em seguida fomos  informados  da razão daquela reunião.   Era um Seminário da Aviação Aerodesportiva,  para encontrar respostas a alguns problemas de VOCAÇÃO.
Soubemos que na convocação anual para o serviço militar obrigatório entre os jovens, das três armas, Aviação, Exercito e Marinha, a da Aviação são sempre as  que menos se apresentam espontaneamente..
A razão talvez seja o medo do avião onde os acidente são mais divulgados pela mídia.   Sabemos que vamos morrer algum dia mas não gostariam de ser por acidente aéreo? Como curiosidade mencionei oque todos estão cansados de saber,  que o avião é o segundo meio mais seguro   de transporte, só perde para o simples elevador.  Noticia boa não é noticia.  Salve a mídia.

Tínhamos  aproveitar essa janela que nos foi aberta para um dialogo altamente interessante.
Ao saber do porque da reunião, ou seja como revitalizar o aeromodelismo e por consequência  despertar a vocação entre os jovens.

Ai então fizemos uma serie de reinvindicações que foram anotadas por alguns dos assessores militares que estavam presentes.  Munido de revistas nacionais e estrangeiras, que levava  comigo, fui mencionando e comprovando o que ocorria em outros países. Tinha dentro do tempo disponível, solicitar as principais necessidades e logicamente tentando não deixar nada de fora sem pelo menos PEDIR.

2 - A entidade ABA, não tem sede por ser rotativa em função da eleição da presidência e o local de sua residência.  No momento utilizo meu escritório em SP, onde reúno meus diretores quando necessito, e vivemos de abnegados que colaboram como podem. Uma coisa é ser praticante outra é ter que ajudar seja em campo ou durante a semana e que um diretor possa para da de si o máximo. Reconheço,  temos ótimos diretores, mas é pedir demais.
O DAC não precisa nos ajudar a ter uma sede, mas seria extremamente útil, nos ceder um ajudante para serviços de secretaria, e há tantos bons elementos na reserva da aeronáutica, maquina de escrever, uma copiadora (na época não existiam xerox) para edição de boletins, e o mais difícil - conseguir material para a pratica principalmente os de Radio Controlado e motores, por não termos  fabricantes especializados no país.
Na pasta que trazia comigo, apresentei uma seria de solicitações, sempre achei que seria oportuno ter levado comigo caso fossem necessárias. E como foram. Deixei as anotações na mesa e continuaram a sabatina.  No período da tarde a reunião prosseguiu com a presença de outras autoridades aerodesportivas tais como: paraquedismo, voo a vela (volovelismo), medicina esportiva, e diretores de aeroclubes nacionais.

As perguntas foram as mais variadas e constam no tal livro. Levamos o dia inteiro.

Mencionei todo esse assunto num artigo que escrevi no nosso blog como "RECONHECIMENTO DO AEROMODELISMO COMO ESPORTE" - valeu rever.

Foi-nos oferecido um almoço com a presença de todos inclusive com as outras autoridades que se apresentaram para a seção das tarde.

Vale como curiosidade, no almoço sentado ao meu lado, estava o Diretor da Aviação Aerodesportiva Coronel Moassab, que me cochichava  não acreditar que o aeromodelismo fosse interessante como elemento útil na vocação para a aviação.
Pego de surpreso, tive uma ideia para responder ao amigo: "Vou pedir aos presentes a fim de  alegrar este almoço,  que por gentileza levantem a mão, todos os que em sua infância ou juventude tiveram contato com algum aeromodelo?  Incrível todos levantaram a mão! inclusive meu colega que questionou a dúvida.  Posteriormente confessou que lembrava de um modelo movido a motor a explosão (diesel) que o seu pai o havia presenteado quando criança. Lembrou-se das pancadas que levou da hélice  no dedo de tanto tentar fazer funcionar  o bichinho. Quem já teve um motor a Diesel  sabe . Como dói.  Eta  PROVA MAIS CONTUNDENTE. Ganhamos o 1º round.

No artigo perdido anteriormente sobre VOCAÇÂO, também respondi de como fui tão influenciado pelo aeromodelismo na aviação.
Prometi até então não tratar de assuntos meus por ser um blog para os aeromodelistas e não sobre minha pessoa pelo qual antecipadamente agradeço e peço  compreensão do porque escrevi a respeito. Apenas juntei mais uma prova.
No final do Seminário, o DAC apresentou um projeto que instituía a obrigatoriedade de todos os aeroclubes do Brasil,  ter local apropriado para a pratica do aeromodelismo, com sede e pistas de VCC,  e dentro do possível facilitar o RC. Voo livre nem se fala.
Decorridos alguns anos, verificamos que jamais foi possível aplicar o projeto, visto que nenhuma das partes, nem os aeroclubes nem os presidentes de clubes de aeromodelismo se interessaram. Porque?  Os aeromodelistas se obrigavam a seguir regras normais tais como ter os livros mínimos como uma micro empresa, estabelecer sala para uso das sedes, sua manutenção e obedecer regulamentos de voo de aeronaves com segurança. 
Por parte dos aeroclubes, a instalação de  pistas perturbariam o silencio  com o roncar dos pequenos motores principalmente nos fins de semana. e não tinham  como construir pistas e nem permitir a intromissão normal entre aviões pequenos (RC) e os grandões durante os voos.  Fim da novela.
Como encontrei   Minha VOCAÇÃO  PARA A AERONAUTICA 
Volto aos idos de 1937. Quando voltávamos das aulas dos chamados "Grupo Escolar" corríamos para casa a fim  de nos livrar das lições passadas pelos professores. Normalmente nos finais de dia íamos bater uma bola (as chamadas peladas) num terreno baldio no final da rua. Lembro que para fechar o terreno havia um pequeno morro por onde percorria o Trenzinho da Cantareira o famoso "Trem das Onze" que passava por Jaçanã.   A rua era típica de bairro simples, toda de terra e mal iluminada. Enquanto tinha luz tudo bem, mas tínhamos que voltar, sujos e esfolados por toda parte pelos tombos na terra. As mães ficavam com mais um trabalho, o de lavar nossa roupa. A noite após o jantar os vizinhos se encontravam  na frente de suas residências, sentados em cadeiras cativas (as suas) e comentavam as fofocas do dia.
Um belo dia apareceu uma caminhonete percorrendo essa rua com alto-falantes a todo volume a fim de anunciar que a noite viriam nos presentear com um cinema ao ar livre. Seria no nosso campinho. Não faço propaganda, mas informo que era uma missão de publicidade para os produtos da Bayer.
Muitos amigos jamais tinham ido ao um cinema. Uma correria, todos com seus acentos garantidos.
Foi instalado por cima da caminhonete um projetor de cine e uma grande tela foi fixada na frente do que era  o nosso gol. Quanta risada com os filmes do Gordo e o Magro. E tome publicidade entre nos intervalos.
Como dizia o mestre Vinício de Moraes, "De repente, não mais que de repente" surgiu do nada no céu lindo de final da tarde uma figura impressionante que parecia um comprido e enorme balão, deslizando suavemente. Ouvia-se musica, vozes, motores roncando  e muita iluminação. Soubemos posteriormente que chamava-se "Zepelim"  de passagem por São Paulo, vindo do Rio.  Seguia direto para Bueno Aires. Não havia em nossa cidade, local apropriado para aterrissar.  Imaginem que estávamos a pouca distancia do atual Campo de Marte. Uma visão inesquecível. Mas acho que nascia ali minha vocação.
Quanto ao aeromodelismo,   lá por 1944, visitava um primo  no bairro chic da zona norte, Santana. Pela janela onde morava no andar de cima de um sobrado (na época o mais alto da rua) vislumbrei um garoto soltando um aviãozinho. Voava graciosamente. Corri escada abaixo e fui ver o lindinho - todo azul. Soube que se chamava "Extraviador". Até hoje existe nas lojas. Foi uma paixão a primeira vista.  Dessa data em diante jamais parei de construir ou voar um aeromodelo.

Tenho muitas paixões mas duas são relevantes dentro do tema: Aeromodelismo/Aviação e cinema. Dois bons filmes que justificam neste artigo são AMACORD e Cine Paradise, ambos italianos.
AMACORD - uma tradução meia boca: "Eu me recordo". Historias  num vilarejo beira mar no sul da Itália. Vida pacata e feliz. Uma das noites os moradores correm para barcos pequenos ou lanchas de pescadores e vão para alto mar. Ficam parados ao chegar num certo ponto e silenciam. Aí "De repente, não mais que de repente", surge dentro de um leve nevoeiro, um enorme transatlântico. Passa graciosamente bem perto dos barquinhos, todo iluminado e cheio de passageiros acenando, rindo e cantando para todos. Que encanto de cena,  tão singela e tão simples, uma noite sem fim, tão feliz para os encantados moradores.

CINE PARADISO - Numa aldeia da Toscana, a única diversão diferente era oferecida pelo pároco da Igreja. Todas as noites passam filmes as vezes até impróprios, improvisados numa sala com projetor bem antigo operado pela figura principal e seu genial amiguinho. Comovente e lembrando muito do cineminha no final da rua em que eu morava.
 ZEPELIM - Em seu retorno para os Estados Unidos, ao pousar mansamente numa torre especial, ocorreu um  incêndio e acaba com aquela figura imensa. Fim da era dos grandes dirigíveis.
Noticia publicada em todo mundo com filmes  que podem até hoje serem vistos. Para quem quiser ver  entrem no Google,  e só digitar DIRIGIVEIS.


O zepelim passando pelo Rio de Janeiro

                                           

 O desastre durante o pouso nos Estados Unidos






A Boeing e o da foto Walrlux, projetos futuristas e já em construção. Para mais de 1.000 passageiros
Dentro das probabilidades eu não os verei no céu, mas vocês certamente verão


Prometo que  no próximo artigo  vou deixar a nostalgia para trás.














 










terça-feira, 20 de agosto de 2013

 

 

ANIVERSARIO


Neste mês de Agosto, completamos um ano da existência de nosso Blog. Nasceu de uma ideia da minha neta Rafaella.  Achou que tínhamos algumas coisas interessantes a contar  aos aeromodelistas.

O  ano passou  rapidamente,  infelizmente tive que me submeter a uma cirurgia nos quadris que me deixou quase seis meses inoperante. Sorte dos amigos que nos distinguem com suas costumeiras leituras. Acredito ter coisas bem melhores para se ler.
Mesmo assim, temos acompanhado as estatísticas do Blogger e até esta data, 4.450 vezes a página foi visitada?   Deve ser gozação! não acredito.

É difícil saber se o que escrevo é de interesse dos aeromodelistas em especial ou  curiosidade de meus  amigos.
Agora fico na frente do computador olhando feito idiota sem saber como devo prosseguir?  Querer ensinar o "padre nosso para o vigário" seria lamentável,  talvez seja melhor  contar curiosidades ocorridas entre nossos malucos.

Seria tão bom receber opiniões de meus amigos!

Aproveitei a oportunidade para rever os artigos já publicados e achei por bem fazer uma revisão.
Que bom! quanta coisa errada e omissões. Tirei muita coisa boba e acrescentei novas inclusive com fotos.  Se tiverem curiosidade em saber,  peço que me perdoem pelos erros e dos muitos nomes esquecidos. Aqui fica o meu  agradecimento e  desculpas.

REVISÃO

Cometi  uma falha e injustiça quando falei sobre a Equipe Senta Pua.
Ela foi formada quando presidia a  ABA e  seu objetivo, fazer exibições de aeromodelismo nas aberturas dos campeonatos mais importantes. E foram muitas.
Anexo a foto abaixo que guardo com carinho especial onde esses  amigos  que se propuseram a treinar, participar com seus modelos, obedecer rigorosamente os horários estabelecidos, "nunca mais que 30 minutos".
Infelizmente alguns já não estão entre nós.
Imaginem que voavam VCC de todos os tipos, RC e Voo-livre! Em 30 minutos?
E porque as exibições?
Após analisar a frequência de espectadores com que são apreciadas as competições de aeromodelismo em geral,  não comparece muito publico. Convenhamos que é muito "chato" ficar um dia inteiro vendo os aviõezinhos roncando em seus ouvidos, sem saber o que esta acontecendo (regras)?  Para quem pratica é um prato cheio. Pergunte a sua querida meia-metade se ela o acompanha  ao campo por prazer ou vai só muito empurrada?
Quando há publico,  principalmente se  a imprensa se dispõe a noticiar o evento,  tudo vai bem mas pouco depois fica um grande vazio. O objetivo era segurar esse pessoal, fazendo uma demonstração explicada através de rádio,  com todas as modalidades que disputarão as provas. Nasceu assim a  "Senta Pua".
Bem treinados começavam com VCC acrobacia, Team Racing,  Velocidade as vezes próximo dos 200 quilometros p/ hora, RC escala, Voo-livre (quando tinha espaço) e para finalizar um Combate a 4!
Um show verdadeiro. Tudo ao mesmo tempo e dentro do horário previsto pelos organizadores.
Sabem qual era o cachê que recebiam? ZERO. Recebiam uniformes, combustível e só.

                                                                 Estes são os heróis.  


Um exemplo: no palanque armado em Boa Vista - Roraima, fizemos a demonstração da Senta Pua antes de iniciar as competições. Presentes, o Governador do Estado (camisa rosa) , Oficiais da Aeronáutica de outros países convidados, e o grande patrono do aeromodelismo brasileiro, Ten. Brig. Deoclécio Lima da Siqueira , então Diretor do DAC.




Também presente com grande entusiasmo ao Campeonato de Brasília, o então Ministro da Aeronáutica, Ten. Brig. Macedo, vibrou com as manobras dos "aloprados" na apresentação da Equipe. Encantado filmou tudo.



NA REVISÃO ACHEI POR BEM NOVAMENTE COLOCAR O DECRETO DO MINISTERIO DA EDUCAÇÃO EM 1987 - CONFIRMANDO O AEROMODELISMO COMO ESPORTE


NOTAS DO MÊS


Neste mês de Agosto tivemos uma das melhores competições de voo-livre -FAI MUNDIAL- na França-Moncontour. Para os que apreciam a modalidade e também para os que nunca viram uma dessas competições sugiro entrar no site da FAI =  www.fai.org/aeromodelling. Nossos irmãos argentinos tiraram o 1º lugar em Planadores Nordic A/2

É só ir clicando na foto e na legenda e terão todas as informações. A competição deste mês chama-se
Free Flight Model - FAI.

Explorando o site pode-se conhecer todas as competições oficializadas pela FAI, todos os tipos de aeromodelos  em Agosto.

Acredito que grande  maioria de aeromodelistas gostem de praticar o hobby como distração e  não se  interessam em competir. Respeito e admiro. Mas vale a pena  verificar quais os tipos de aeromodelismo que existem e são praticados no Mundo afora. Com competições regulares como tínhamos em passado recente nos sul-americanos, adquiríamos mais amigos, se aprimorava a técnica e o estudo do voo observando a evolução de cada nação na disputa.
Particularmente eu tive o orgulho e  a oportunidade de participar representando o Brasil em muitos desses campeonatos,   cinco mundiais.
A classificação nos resultados é o menos importante, mas vale assinalar que em termos de qualidade o nosso país já obteve um 4º e um 6º lugar entre 95 nações participantes, em VCC e Voo Livre.












quinta-feira, 18 de julho de 2013

Que Saudades

QUE  SAUDADES



                  Revendo "minhas imagens" antigas, encontrei esta bela foto de amigos no Ibirapuera.



Não é uma questão de saudosismo, mas senti quão importante foi o tempo de,  uma vez por semana encontrar vários tipos de modelos elétricos, RC ou livre,  de isopor ou construídos de kits ou com balsa a maneira antiga, escalas, helicópteros, quadricópteros, malucos etc... no Ginásio Ibirapuera.

Pratiquei o voo-livre em suas varias modalidades. Morando em SP, as áreas espaçosas livre de obstáculos não existem a não ser a mais de 200 kl, de  distancia. Impossível como prática constante. Incrível, que pena, só agora conclui que sou  idoso.

Bateu a saudade, palavra que só existe na língua portuguesa, mas  todos os povos a conhecem bem e  nos levam a sentir uma forte dor no coração, indescritível. Cada foto, cada dia especial, cada amigo, familiares e locais.

A foto acima é uma delas.

Um dia meu  amigo Januário Bruno me visitou e perguntou por que eu não praticava mais o aeromodelismo? Idade, falta de campos adequados, e grande parte de meus queridos companheiros já estão abitando o andar de cima. E foram muitos. Erkki, Naldoni, Serrano, Matão, Mônaco, Paulo Sampaio, Sr. Ueno, Morimoto, Cebola, Eolo, Oswaldo, Paulo Marques, André Gomide, João Mathias, Zé Careca,  Januário Bruno inclusive, enfim um mundo de nomes que a minha memória   está falhando. Me perdoem os não mencionados. 
Esta foi minha resposta a ele.

Nosso papo continuou: "Nutini, vou te levar para conhecer o pessoal do Ginásio do Ibirapuera, onde as noites de segundas-feiras (se não me esqueço), um pessoal pratica uma bela modalidade. Não requer muito espaço, coberto, bem iluminado,  protegido dos chamados chatos,  estacionamento com segurança, e no lado de fora tem sempre um encontro de motoqueiros, talvez uns 100 - uniformizados de preto,  bancas de alimentação, (lembro os belos sanduiches de pernil).    São os elétricos ou de voo -livre. O Clube Paulista de Aeromodelismo organiza, com bons dirigentes, Eduardo, Carlos, Cezar e outros esforçados, cobra um valor simbólico para cobrir as despesas pelo aluguel que o Estado exige. 

Assim conheci e pratiquei durante um bom período essa modalidade que parece ser uma grande incentivadora de novos aeromodelistas. Econômica, simples, limpa, onde voam iniciantes ou craques do RC e voo-livre indoor, uma bela e crescente família nova para mim.

E o que aconteceu? O Governo reformou o Ginásio, ficou muito bonito, tão bonito que está alugado para eventos culturais de grande publico onde as rendas são enormes. Vôlei, basquete, tênis, cantores e orquestras de toda espécie. Bom para o publico paulistano, mas para esse ESPORTE  que necessita só uma noite por semana, nunca mais conseguiu uma vaga. E acabou a festa. Nunca mais nos encontramos. Tanta luta para reconhecer pelo CND  que o aeromodelismo é um ESPORTE ?  Melhor é praticar um daqueles ou só musica? O local é administrado pela Secretaria de Esportes do Estado de SP!

È o caminho para conquistar novos jovens adeptos fãs  do aeromodelismo. Injeção da vocação para a Aeronáutica. Os nobres Militares da aviação sabem disso.

Hoje a modalidade é praticada em locais abertos, sujeitos ao bom humor de São Pedro, misturados com os modelos a Glow ou gasolina, distantes e em locais dentro de clubes fechados ou terrenos baldios. Uma pena,  principalmente para os novatos.

COMO RESOLVER?

Trabalhar junto as autoridades de sua cidade, localizando ginásios cobertos poliesportivos, incitando-os a ceder graciosamente só por uma noite ou sábados 1/2 período.
Por ser uma grande maioria de pessoas que  dispõem de uma noite para cultuar seu hobby-esporte sem ter que brigar com namorada/o,  esposa ou  amante  (não do aeromodelismo).
Faltam dirigentes que queiram  mas não podem ou não tem tempo carregar esta bandeira. É trabalhoso e só recebe em troca broncas por eventuais erros que venham a  cometer.

É um desafio, mas se necessitarem  de meus palpites, fico a disposição.

Anexo algumas fotos  de alguns amigos que guardo  em "minhas imagens".





                     O excelente André Gomide, voo-livrista de primeira que nos deixou tão cedo





                               
Januário Bruno me levou para o Ginásio Ibirapuera e foi  tão prematuramente para  a companhia  dos  inesquecíveis.






                                    Paulo Solon Ribeiro em sua oficina  

terça-feira, 9 de julho de 2013

Valeu a pena ir a Vinhedo





 

VINHEDO





Neste ultimo sábado dia 6 estive em Vinhedo para participar do encontro 'WINGS OVER VINHEDO".

Lá fui eu e minha esposa Daisy para conhecer a cidade,  distante de SP-Capital  75 quilômetros
Via Anhanguera, sempre uma bela estrada e chegando no entroncamento seguimos por uma pequena rua  de terra  bem conservada, obedecendo sempre o mapa enviado gentilmente pelo clube local.

Na cabeça da gente fica sempre a dúvida de como será um clube de aeromodelismo enfiado num local de plantações de videiras! A cidade fica a direita da estrada, mas o Clube a esquerda. Dez minutos depois estávamos na entrada do "UVA" bem sinalizado sem perigo de erro. Só com a disposição de uma boa diretoria.

O Presidente do clube Mário Knoll, aeromodelista de longa data nos convidou  gentilmente para participar do evento. Nos conhecemos pessoalmente quando da realização do Campeonato Brasileiro de Aeromodelismo em Boa Vista-Roraima. Praticava na época o voo-circular-controlado U-Control,
modalidade Combate. Foi selecionado para participar do Campeonato pela meritocracia e era um dos bons  dessa fantástica  loucura que é o Combate.

Levei a pedido dele, meus dois modelos que construí a algum tempo, como saudosista sobre historia da aviação. Ambos equipados eletricamente, RC, com envergadura de um metro para caber no porta-malas de meu velho automóvel.  14 BIS e Demoiselle.  Eles demonstram a genialidade do Patrício Santos Dumont. Modelos para serem voados em local fechado por serem muito leves. Mesmo porque,  nunca consegui pilotar RC por  ser um tipo de pessoa que não reconhece esquerda e direita, pode?  Nem olhando para o relógio que sempre fica na esquerda.

O UVA é bem organizado, com boa pista asfaltada, infra estrutura completa com abrigo para modelos, banheiros, bancadas etc.. enfim parabéns ao pessoal de lá especialmente o Mário e sua família que nos acolheu com sua simpatia costumeira. Após  tantos anos  sem nos ver, tudo continua o mesmo, ou seja ele enorme na altura e eu baixinho mas gordo. Os cabelos? tudo virando branco neve.

O Evento foi bem organizado com o conhecido Vadico e seu equipamento informando os espectadores presentes a cada apresentação, barracas de lojas, alimentação e sanitários químicos a disposição.

Como sempre os aviões escala são uma beleza. Muitos se apresentaram e voaram bem com um dia de muito sol e  pouco vento. Quebras surgiram mas  poucas o que seria uma pena pelo trabalho que dá para construir esses bichinhos encantadores.
Chamou a atenção o especial Stuka (um campeão) construído divinamente com ricos detalhes. Muitos Tucanos que chegaram a voar em conjunto (4).

Se eu conseguir, por ser um tremendo  "perna de pau" em computador, vou tentar anexar algumas fotos para ter uma ideia do que foi a festividade.

Parabéns a todos e um grande abraço ao Mário. Dá para ver quem é  o gordo e o altinho?





                                       Vadico o mestre em locução aeromodelisticas



          A bela réplica do "Barão Vermelho" - O de camisa branca evidentemente não é  o Barão


                                      












quinta-feira, 27 de junho de 2013

Para quem gosta ou quer conhecer modelos RC - escala

 

 

ANIVERSARIO


Neste mês de Agosto, completamos um ano da existência de nosso Blog. Nasceu de uma ideia da minha neta Rafaella.  Achou que tínhamos algumas coisas interessantes a contar  aos aeromodelistas.

O  ano passou  rapidamente,  infelizmente tive que me submeter a uma cirurgia nos quadris que me deixou quase seis meses inoperante. Sorte dos amigos que nos distinguem com suas costumeiras leituras. Acredito ter coisas bem melhores para se ler.
Mesmo assim, temos acompanhado as estatísticas do Blogger e até esta data, 4.450 vezes a página foi visitada?   Deve ser gozação! não acredito.

É difícil saber se o que escrevo é de interesse dos aeromodelistas em especial ou  curiosidade de meus  amigos.
Agora fico na frente do computador olhando feito idiota sem saber como devo prosseguir?  Querer ensinar o "padre nosso para o vigário" seria lamentável,  talvez seja melhor  contar curiosidades ocorridas entre nossos malucos.

Seria tão bom receber opiniões de meus amigos!

Aproveitei a oportunidade para rever os artigos já publicados e achei por bem fazer uma revisão.
Que bom! quanta coisa errada e omissões. Tirei muita coisa boba e acrescentei novas inclusive com fotos.  Se tiverem curiosidade em saber,  peço que me perdoem pelos erros e dos muitos nomes esquecidos. Aqui fica o meu  agradecimento e  desculpas.

REVISÃO

Cometi  uma falha e injustiça quando falei sobre a Equipe Senta Pua.
Ela foi formada quando presidia a  ABA e  seu objetivo, fazer exibições de aeromodelismo nas aberturas dos campeonatos mais importantes. E foram muitas.
Anexo a foto abaixo que guardo com carinho especial onde esses  amigos  que se propuseram a treinar, participar com seus modelos, obedecer rigorosamente os horários estabelecidos, "nunca mais que 30 minutos".
Infelizmente alguns já não estão entre nós.
Imaginem que voavam VCC de todos os tipos, RC e Voo-livre! Em 30 minutos?
E porque as exibições?
Após analisar a frequência de espectadores com que são apreciadas as competições de aeromodelismo em geral,  não comparece muito publico. Convenhamos que é muito "chato" ficar um dia inteiro vendo os aviõezinhos roncando em seus ouvidos, sem saber o que esta acontecendo (regras)?  Para quem pratica é um prato cheio. Pergunte a sua querida meia-metade se ela o acompanha  ao campo por prazer ou vai só muito empurrada?
Quando há publico,  principalmente se  a imprensa se dispõe a noticiar o evento,  tudo vai bem mas pouco depois fica um grande vazio. O objetivo era segurar esse pessoal, fazendo uma demonstração explicada através de rádio,  com todas as modalidades que disputarão as provas. Nasceu assim a  "Senta Pua".
Bem treinados começavam com VCC acrobacia, Team Racing,  Velocidade as vezes próximo dos 200 quilometros p/ hora, RC escala, Voo-livre (quando tinha espaço) e para finalizar um Combate a 4!
Um show verdadeiro. Tudo ao mesmo tempo e dentro do horário previsto pelos organizadores.
Sabem qual era o cachê que recebiam? ZERO. Recebiam uniformes, combustível e só.

                                                                 Estes são os heróis.  


Um exemplo: no palanque armado em Boa Vista - Roraima, fizemos a demonstração da Senta Pua antes de iniciar as competições. Presentes, o Governador do Estado (camisa rosa) , Oficiais da Aeronáutica de outros países convidados, e o grande patrono do aeromodelismo brasileiro, Ten. Brig. Deoclécio Lima da Siqueira , então Diretor do DAC.




Também presente com grande entusiasmo ao Campeonato de Brasília, o então Ministro da Aeronáutica, Ten. Brig. Macedo, vibrou com as manobras dos "aloprados" na apresentação da Equipe. Encantado filmou tudo.



NA REVISÃO ACHEI POR BEM NOVAMENTE COLOCAR O DECRETO DO MINISTERIO DA EDUCAÇÃO EM 1987 - CONFIRMANDO O AEROMODELISMO COMO ESPORTE


NOTAS DO MÊS


Neste mês de Agosto tivemos uma das melhores competições de voo-livre -FAI MUNDIAL- na França-Moncontour. Para os que apreciam a modalidade e também para os que nunca viram uma dessas competições sugiro entrar no site da FAI =  www.fai.org/aeromodelling. Nossos irmãos argentinos tiraram o 1º lugar em Planadores Nordic A/2

É só ir clicando na foto e na legenda e terão todas as informações. A competição deste mês chama-se
Free Flight Model - FAI.

Explorando o site pode-se conhecer todas as competições oficializadas pela FAI, todos os tipos de aeromodelos  em Agosto.

Acredito que grande  maioria de aeromodelistas gostem de praticar o hobby como distração e  não se  interessam em competir. Respeito e admiro. Mas vale a pena  verificar quais os tipos de aeromodelismo que existem e são praticados no Mundo afora. Com competições regulares como tínhamos em passado recente nos sul-americanos, adquiríamos mais amigos, se aprimorava a técnica e o estudo do voo observando a evolução de cada nação na disputa.
Particularmente eu tive o orgulho e  a oportunidade de participar representando o Brasil em muitos desses campeonatos,   cinco mundiais.
A classificação nos resultados é o menos importante, mas vale assinalar que em termos de qualidade o nosso país já obteve um 4º e um 6º lugar entre 95 nações participantes, em VCC e Voo Livre.












segunda-feira, 24 de junho de 2013

Qual modelo escolher para iniciar?

 
 
 
 

COMO INICIAR  -

 CONTINUANDO

Acho que uma vez escolhida  a modalidade preferida em razão do local a ser praticado o hobby, o próximo passo será entrar na Internet (hoje em dia todo mundo tem  computador e Internet)  procurar o site:  www. e-voo.com . É uma página criada por modelistas que possui uma enorme variedade de assuntos relacionados, e no item FORUM obterá boas informações. Há de todos os tipos de modelos desde os feitos com isopor ou deprom (bandejinhas delivery) que custam quase zero até os mais avançados FPV, chamados de DONER e custam uma nota. Em demonstrações perante a imprensa os repórteres sempre perguntam: "esse esporte  é de gente rica"?  Resposta: também

Uma boa dica para quem QUER construir um modelinho simples que tem hélice, elástico, madeiras, papel, cola etc... chama-se DELTA.
 Ele foi criado pela AMA dos EUA a mais de 40 anos. O Objetivo foi encontrar algo que se pudesse  construir fácil, com coisas elementares sobre aerodinâmica, movido a elástico, com hélice pronta, e que ENSINA A VOA-LO. Se  alguma Entidade quer conhecer  o Delta para divulgar, é só me escrever: wnutini@globo.com

Até os dias de hoje esse modelo é oferecido pela entidade Americana mencionada,  aos seus associados , conseguindo trazer novos aficionados para não só comprar um aeromodelo  prontinho numa boa loja.
Quando na ABA, atual CoBra, conseguimos a licença de fabricar no Brasil  "e a Casa Aero-Braz, fabrica"   SP/SP,  tem em seu catalogo de preços e é distribuído por varias outras lojas especializadas.

Consultem a revista HobbyNews que vem com muitos endereços de boas lojas especializadas.

 Deve custar em torno de R$10,00.




                        Este é o DELTA pronto e  em sua embalagem nas lojas -  BOA SORTE



           Numa próxima oportunidade,  falarei sobre um assunto que é  muito importante para o              aeromodelismo:

                            DE ONDE VEM A VOCAÇÃO PARA A AERONÁUTICA ?








segunda-feira, 3 de junho de 2013

Recomeço




RECOMEÇO -


Hoje dia 03/06/2013 - volto a escrever no blog, informando aos amigos que tem a paciência de ler as bobagens que tenho na memória, alias  falhando bastante.

No artigo "como começar" - mencionei que devemos pensar ONDE iniciar?

As cidades crescem assustadoramente para o centro, onde se misturam  construções, pessoal, automóveis e meios de transporte em geral.
Depende muito daquele que se interessa por algum tipo de aeromodelo, antes de mais nada deve pensar qual o local melhor para se iniciar nessa aventura de voar um inocente modelo.

Falei  em artigo anterior sobre o VCC, por ser praticado em locais fáceis de encontrar pelo tamanho e acesso de transporte. O maior inimigo é o barulho dos motores que gera implicância com a vizinhança. Já imaginou um ronquinho desses vindo de um maluco as 7 da matina? Num feriado?

Voo Livre: são modelos que voam sem qualquer ligação com o aeromodelista. Vão desde os pequenos feitos de papel, formatos vários, soltados geralmente de lugares altos para poderem planar ou não, principalmente em dias de jogo de futebol das arquibancadas. Existem até campeonatos nos EUA e Europa para quem voa mais distancias. Livros ótimos para iniciantes se encontram nas boas livrarias: um dos bons - "AVIÕES DE PAPEL".

Dentro das categorias que disputam campeonatos ou não, os grandes planadores com mais de 2 metros de envergadura, chamados Nordic A/2- são rebocados para o alto, com cabo de 50 metros. No alto desprendem-se automaticamente e planam. Evidentemente são construídos tradicionalmente de madeira (balsa) ou os mais modernos de fibra de vidro ou carbono.

Wakefield;  são aqueles que possuem uma mecha com tiras de borracha, uma hélice simples, dobrável ou   bi-pá. Difíceis de construir e mais ainda de faze-los voar.
 É dada umas 400 voltas na chamada "mecha" com maquina de furar manual adaptada, é liberado para voar com a hélice fechada. As mesmas se abrem assim que começa o desenrolar-se. Quando termina a carga a hélice volta a se fechar e inicia o planeio. Fácil não?

Motor FAI, com potentes motores de até 1/4 de HP, 30.OOO giros e sobem como foguetes quando soltos por seu proprietário,  com velocidade e uma altura que chegam 200 metros,  o motor se desliga automaticamente. A hélice recolhe e ele inicia o planeio. Tudo comandado por um relógio especial de corda. Muito treino e paciência. Oh  coisa difícil.

O grande problema das modalidades são o locais para a pratica. Como todos os modelos voam livres  uma vez terminado o planeio,  percorrem distancias enormes e o aeromodelista tem que recupera-lo seja o terreno que for. Nas grande cidades estes espaços com mais de 3 quilômetros de diâmetro, sem grandes empecilhos e planos são raros e a modalidade tem poucos praticantes.
O Brasil é um continente, e certamente há locais bem maiores que os mencionados, mas os admiradores da modalidade moram nas cidades como SP super. populosa. Obstáculos por toda parte, como moradias, árvores etc...  No mundo o numero de praticantes caiu drasticamente.

Radio-Controlados

Nos dias de hoje, devido ao custo bem mais acessível dos equipamentos eletrônicos, estão por toda parte. Hoje um bom equipamento pode no inicio chegar a uns R$800,00.
Bola de futebol e chuteiras custam mais.
Realmente são espetaculares. Vai valer a pena escrever mais adiante sobre todas as modalidades dentro da categoria.
Podem ser construídos com materiais comuns, tais como palitos de sorvete, caixas de papelão ondulado, bandejas de isopor de delivery, ou  construções complicadas, e kits de todos os tamanhos e preços.
Acredito que haja uma loja de modelismo em todas as cidades brasileiras, pequenas ou grandes. Verifico isso quando recebo a ótima Revista Hobby News, a quantidade de publicidade dessas lojas esparramadas por aí a fora. Tem em todos o números, um artigo especial do Mário Antônio Soldatelli onde descreve como constrói seus modelos, todos RC e motor Glow ou elétricos,  simples com materiais que encontra no lixo. Já pensou?  incrível!  já construiu e tem em seu poder mais de 40 aeromodelos escala,  muito bem acabados e são testados em voo sempre com sucesso?

Concluo que para ter um aeromodelo radio-controlado, você pode escolher  quanto vai gastar ou seja alguns trocados como os do Mário ou um jato fantástico que equipado vale mais de R$30.000,00

Helicópteros - Quadricópteros

Talvez  esta seja a  nova modalidade de aeromodelismo com o maior crescimento . Tem tudo para resolver alguns problemas iniciais. Muita fabricação nacional e estrangeira de kits completos, prontos para voar. Alguns parecem brinquedos mas outros são de difícil manobras e exigem treinamento continuo. Existe facilidade de onde voar pois não pedem espaços muito grande. Podem voar por exemplo nas pistas de  VCC. Já li em paginas de jornais e revistas, esses modelos serem utilizados até para entrega de pizzas! Deverá aumentar e muito o numero de aeromodelistas aficionados.

Apenas me pergunto e aí não vai alguma restrição,  se realmente estamos conseguindo fazer o esporte crescer ou é um modismo passageiro?  Sempre acreditei que um aeromodelista com o vírus do voo nas veias,  gosta de construir seus modelos, enfrenta os desafios do voo, e se aprofunde nas leis da aerodinâmica, criando raízes tão fortes em sua cabeça que jamais desaparecem em sua vida?

Será que  justamente por  ser eu  um veterano  saudosista não tenha atrapalhado os iniciantes por sugerir sempre que construíssem seus modelos?  Com tantas dificuldades  madeirinhas, colas, giletes, e tendo eles a cada dia mais materiais  fáceis de manusear como  isopor, deprom,  fibras de vidro ou carbono, ou mesmo comprando modelos prontos para voar? e a concorrência da TV,  joguinhos de computador, celular e a família, fica de lado?

Talvez algum de meus amigos leitores possam me ajudar a decifrar o enigma e  me penalizar  pelo tempo que perdi na conquista de novos aeromodelistas. "Onde será que eu errei?"

O Hilimodelisto como o chamam, tem grandes possibilidades presentes e futuras, que resolvem todos os problemas de quem quer se iniciar como me propus a tratar do assunto. O item CUSTO poderá dificultar os menos favorecidos. Vendem  prontos para voo. O tempo vai nos dizer e deixo para outro capitulo  continuarmos a pensar no assunto. A minha cuca já está fervendo.

Por hoje acho que consegui , escrever algo que possa ser útil a quem está se iniciando.

Comecei a falar de "como começar" por escolher qual a modalidade preferida, com suas limitações.
Dentro de meus parcos conhecimentos, futuramente falaremos sobre modelos, materiais, ferramentas, plantas etc...

Vou tentar também, continuar a analisar os problemas  que me parecem simples mas exigem um pouco mais de reflexão tais como: quando comecei a me interessar pelo voo das aves ou simplesmente a curiosidade mecânica de um aeromodelo.

FERRAMENTAS
 
Para quem quer se iniciar  construindo seu   próprio modelo  necessitará de algumas ferramentas básicas, tais como: alicates (se possível com vários bicos), de corte,  chaves de fenda, fitas adesivas
colas de madeira, branca ou amarela, ciano acrilato, (tipo Bonder) tudo dependendo do que se vai construir.

Os novos aficionados as vezes com ansiedade de logo voar,   e se financeiramente não tem grandes problemas, entram numa loja especializada e adquirem um avião  prontinho lindo de morrer. "Vamos voar".
Se tiver sorte e conhecer algum colega já experiente, beleza,  Agora ir pela primeira vez a campo e seja qual for a modalidade escolhida,  tentar fazer o bichinho voar - é quase certo que quebrará   seu    "presentinho". Já pensou a cara de sua namorada ou esposa quando souber que seu amorzinho gastou uma nota e quebrou tudo antes de começar o hobby?   Aconselho  fugir delas. (brincadeirinha)

Uma boa leitura especializada sempre é útil. Várias vezes já citei a revista  Hobby News, com boas matérias e que fala de outros tipos de modelismo. Todos tão bonitos e gostosos de se ler. (não sou o proprietário da revista, tá! )
Ter um hobby é importante para relaxar os nervos, não sei dizer qual o melhor. Acredito que se tivermos um hobby que nos distraia nas horas de laser sempre é mais compensador do que simplesmente colecionar algo que só nos irá proporcionar  prazer uma vez  ou outra,  do que  construir e fazer qualquer coisa feita com suas próprias mãos.

Agora, grande o problema é  gostar de ter uma pequena oficina em casa e não poder entrar numa loja de ferramentas,    e  pelo    impulso    querer  comprar de tudo. É um desespero.  Pelo amor de Deus, haja dinheiro.
Mas estou aqui para  escrever algo que interesse aos modelistas em geral e não desestimulá-los.

Tem um "maluco" total que se chama Edmar Mammini. Talvez seja um dos melhores nautimmodelistas em nosso planeta. O conheço  de longa data, desde a construção e inauguração do Modelodromo do Ibirapuera. Naquele dia inesquecível, com uma presença enorme de autoridades, todas as modalidades do hobby nos prestigiaram com  demonstrações  de  seus modelos. O tanque de nautimodelismo ficou cheio de belíssimos barcos de toda espécie. Submarino, um a  remo dos mais antigos, veleiros. O  Mammini  veio com um couraçado de 4 metros. Cheio de canhões, tiros, fumaça, navegando para frente e para trás, apito, e no meio da demonstração lançou na agua um escaler com um remador,  tudo acionado por RC. Incrível até o remador se movimentava com RC. Ele tem vários modelos em sua residência e já foi premiado pelas autoridades da Marinha com condecorações por reproduzir com fidelidade modelos de nossa Armada.

A Editora  Hobby link do amigo Álvaro Caropreso,   publicou dois livros de autoria do "doidão"sobre Oficinas e Ferramentas para maquetes. Uma   beleza,   com ensinamentos totais sobre ferramentas e maquinas   cujo titulo é: "Oficina de aeromodelismo,  construção, dicas e truques". Delícia de leitura.
Se tiverem interesse em conhecer (já disse que não sou o dono) anotem: www.hobbylink.com.br.

É ler e querer ir correndo comprar ferramentas.



.