quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

2015, Ano Novo, vida nova. SERÁ?


OBA! 2014 terminando, expectativa de Ano Novo feliz, confraternizações  familiares, amigos.

Minha esposa  chega e avisa que a campainha do apê não funciona. Bico, resolvo fácil agora já quase totalmente recuperado da cirurgia no quadril. 
Vou à loja vizinha, compro uma ding-dong nova. Escada, ferramentas etc.. e lá vou eu, pensando que bom é estar bem de cabeça e de ... corpo? 
Instalo a nova bichinha tocadora. Vamos provar:  nada. Subo e desço a escada umas dez vezes para saber onde errei. Após boa luta, encontro o cabo quebrado. Troco. Experimento e... tudo funcionando bem. Desço da escada pela última vez..
Dias depois, não consigo andar. Fui levado pela cara metade ao hospital, também nosso vizinho. Injeção, remédios, cadeira de rodas na volta ao lar.  Diagnostico: pinçamento  do maldito nervo ciático. Resultado, 30 dias de molho, E...  como  dói.
Meus filhos e uma bengala, herança de meu pai, me carregaram para as festas familiares.
Fim de 2014.   

Ainda de molho  por sorte recebi, como acontece mensalmente, a revista Hobby News.
Que bom! Distração garantida. 

Já fui editor de uma revista, a Sport Modelismo, e conheço os problemas que são enfrentados para se poder produzir, a cada mês, matéria sobre algo tão difícil como é o modelismo.,
Aproveito para aqui felicitar o querido amigo José Luiz Affonso por sua luta e competência com a Hobby News. Ele a edita, escreve bons artigos, fotografa, traz publicidade de boas lojas e importadoras especializadas.
Recomendo sua leitura. Ela fala do modelismo em geral: aero, auto, ferreo, nauti e plasti com boas reportagens e belas fotos sobre a atividade de clubes ou grupos de várias localidades, pode-se apreciar quanto o modelismo vem crescendo.

Esse último número que recebi  (a revista está cada vez melhor)  é uma beleza. Notei e lamento, apenas, a falta de notícias do nautimodelismo.

Anotei abaixo algumas reportagens e artigos nele publicados para que aqueles que ainda não conhecem a revista percebam o valor de seu conteúdo e sua importância no mundo do nosso hobby. Através dela toma-se conhecimento  de muitos clubes ou grupos de modelismo, em especial do aero, e a promoção de tantas provas, shows e demonstrações acontecendo por este nosso Brasil afora, como:


GASPAR, Florianópolis, Clube Asas do Vale: Encontro de Jatos e Helicópteros e, no final,                 churrasco e chopp

12  O'Clock High: evento realizado nos EUA para modelos Escala, disputado com a  presença de       vários brasileiros


                              

De Havilland D-2, um dos belos Giant voando  . Estou  construindo um desses, e espero que fique tão bom.  É o modelo que abre nosso Blog


Santa Barbara D'Oeste: 1º Encontro Escala Giant no  Clube CBM. Locução do grande Vadico.

São José dos Campos: 16º Competição SAE - Brasil. Em artigo anterior, falei a respeito. Beleza

Asas do Vale: 1º Encontro de Voo Circular - O resgate de uma arte
                         Reportagem do Sancler e  Michelle

 Jundiaí - SP. Encontro Naftalina: Um grupo de aeromodelistas se reuniu para uma confraternização, com  modelos antigos de R/C, VCC  ou Vôo Livre. Fui homenageado pelo grupo e não pude  comparecer (coisa feia). Edson de Blumenau, Joca de Jundiaí, Celso De Santi,  Castrucci, Conrado e Avalone de SP fizeram a festa. Espero que o encontro se repita  todos os anos,

Três Lagoas - MS: 6º Festival de modelos Escala, com reportagem de Douglas Borges

Clube Barbarense -MG: 2º Encontro de Planadores RC.

Pouso Alegre - MG: Sabadão Voador: Modelos RC Escala

6º Encontro de Ferreomodelismo em Baurú - uma reportagem de Luciano Marcassa

11º Encontro de Ferreomodelismo em Bebedouro  com exposição de maquetes

Santana  do Livramento - RS: 21º Festival AERLIV. Muita festa com modelos RC

Belo Horizonte - //MG: Prova de Planadores de Encosta, Bela reportagem de Sancler e Michelle

Alvares Machado - SP: 2º Encontro de Aero e Heli. com reportagem de Ronaldo Herrera


Alguns bons artigos que me chamaram a atenção:

DEPRON, O material mágico. Artigo escrito pelo José Luiz, bem esclarecedor.

DICAS E TRUQUES, interessante artigo sobre pequenas idéias e boas soluções.

BATERIAS LIFE: um lição técnica eletrônica sobre este novo produto cuja curiosidade já sai pelo nome: LIFE ( para ler como se escreve e não LAIFE). Vale a pena ler

TUCANO: comentário do Sancler sobre 1º Tucano Phoenix Model Turbo

HELIMODELISMO: Dúvidas sobre o Helimodelismo e sua técnica. Artigo do Braulio Lorenzo

ANSALDO: artigo do Mário Antônio Soldatelli.
Não perco seus artigos.Construo modelos a 70 anos e sempre aprendo alguma coisa  com ele. Escreve uma  página todos os meses com um modelo construído com pequenas sobras de mais variados materiais, como palitos de sorvete. Tem mais de 50 construídos com motor glow,  todos voando muito bem. Parabéns Soldatelli.

AUTOMODELISMO: uma prova chamada  DESTRUCTION DERBY. O nome já diz tudo -" vamos destruir tudo que estiver na frente". Os automodelos  custam pouco para esses aficionados?
   
                                  

                                           Já  pensaram como acaba a brincadeira?


NOVIDADES: a revista sempre recebe das lojas especializadas, as novidades recentemente chegadas ao Brasil.  Ficamos bem informados com esta página.


COBRA : Muito oportuna a reportagem com perguntas aos dois candidatos que já se apresentaram para presidir a Confederação Brasileira de Aeromodelismo (Cobra) no próximo quadriênio.
Como tenho conhecimento, porém, de que outros dirigentes de clubes, como p ex. Celso De Santi e Rudse Carvalho, poderiam ser tb possíveis candidatos, seria ótimo se fôssem convidados a entrevistas. Quanto maior o número de candidatos, melhor a escolha.
Seja quem for, porém, o eleito, seria muito bom que pensasse num estatuto que facilitasse a filiação dos clubes e/ou de grupos de aeromodelistas brasileiros, prevendo até que mesmo um aeromodelista solitário, de uma pequena cidade, possa fazer parte do contexto geral da Confederação.
Que procurem soluções. A cabeça foi feita para pensar, concordam?

Mas, será que vai haver eleição em 2015?


PLASTIMODELISMO: Javelin Gloster - Todos os meses o Guilherme Perdomo de Castro com sua Margareth, um lutador pela sua modalidade, escreve sobre um modelo. Nesse número ele descreve o Javelin e, como de costume, conta toda a história do avião, suas lutas aéreas, e ensina com maestria a construir o kit. Uma lição de história da aviação que acompanho a cada edição da revista.

 Finalizo, sobre a  Hobby News, mais uma vez  parabenizando  seu editor.



CASA  - Aproveito esse ensejo, para contar que o Hernani, presidente do CASA, clube paulistano de aeromodelismo especializado em VCC, pretende. construir, com o amigo Guilherme Steger, uma réplica de avião comercial para ser colocada à frente da sede do clube. O modelo será uma fuselagem cortada ao meio,  com bancos e painel de pilotagem e seu instrumental.
A finalidade é convidar escolas para que estudantes tenham oportunidade de conhecer o avião por dentro e assistir filmes sobre Santos Dumont e o 14-Bis.
Excelente projeto! Espero que possam enfrentar os problemas que certamente encontrarão no caminho a percorrer para sua execução.



Um avião cortado ao meio



.
E, como falei acima sobre exposições e Plastimodelismo,  fui convidado pelo Navarro - e  compareci - à exposição realizada no hangar do Parque da Aeronáutica, em Santana/SP com modelos de plasti  de todos os tipos. Carros, antigos e atuais, aviões de todas versões e figuras impressionantes com montagens de cenários imaginados de guerras, heróis de tv e cinemas,  uma beleza de detalhes e criatividade. Tirei algumas fotos mas infelizmente sou um perna de pau e elas não são boas, Mas mesmo assim, abaixo estou anexando algumas, para dar uma pálida ideia do que foi aquela exposição, aliás, bem organizada pelo Perdomo.


 Olha o Batman lá em cima


                         






                                       
Além destas fotos tenho outras de aviões, automóveis, veículos militares, mas infelizmente este espaço é pequeno  para tanto. 


                                    

Grupo de oficiais  que trabalham no Parque da Aeronáutica,  local da feira de Plastimodelismo, homenageados por Perdomo.   Gentilmente fui também homenageado.





:       

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

16º Competição SAE BRASIL AeroDesign São José Dos Campos - 2014


 
Todos os anos, e lá se vão 15, é realizada uma das melhores competições  de  aeromodelismo  no  Brasil  que  é  a   SAE BRASIL AeroDesign,  constituída por duas provas:
 a  Competição de Projeto  e a  de  Vôo.  

Faz parte de um programa de fins educativos, Projeto AeroDesign, organizado pela Seção São José dos Campos. O objetivo é propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia aeronáutica entre estudantes de graduação e pós-graduação em Engenharia, Física e Ciências Aeronáuticas e futuros profissionais do importante segmento da mobilidade, por meio de aplicações práticas e da competição entre equipes.

"As competições estudantis da SAE BRASIL são provas de engenharia criadas para desafiar os jovens a colocar em prática o conhecimento técnico adquirido em salas de aula. No programa, os estudantes também tomam contato com a gestão do projeto em todos os seus aspectos. É verdadeiramente uma experiência extracurricular que faz diferença na formação do engenheiro", analisa Ricardo Reiner, presidente da SAE BRASIL.

Para ter uma ideia de quanto é importante o Projeto AeroDesign, veja a relação dos patrocinadores  da  Competição:
Airbus, Boeing, Embraer, SAAB, GE, Honeywell, Parker, Hamilton Sundstrand, Rolls-Royce  e Pratt&Whitney. Além disso, recebeu o apoio do DCTA, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Prefeitura de São José dos Campos, ADC Embraer e a rede Accor.
É BRINCADEIRA?


A 16º Competição SAE BRASIL foi realizada em São José dos Camposde 30 de outubro a 02 de novembro de 2014, com a presença de 85 equipes representando 16 Estados brasileiros e o Distrito Federal, além de uma equipe da Polônia, quatro da Venezuela e uma do Peru.
As 85 equipes representaram 71 instituições de ensino, num total de 740 participantes.

A Competição, para três classes de modelos - Regular, Advanced e Micro - teve início com a etapa Projeto, na qual as equipes tiveram seus projetos avaliados por juízes engenheiros da indústria aeronáutica, todos voluntários, e teve continuidade com a etapa de Vôo, em que os aviões, evidentemente rádiocontrolados, passaram por até 7 baterias, demonstrando serem capazes de decolar e transportar cargas úteis sempre crescentes, até as condições limite de cada programa.


Classificação:

Classe Regular:


1º  - equipe Urubus, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
2º  - equipe Uirá, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei)

Classe Advanced:
1º  - equipe Car-Kará, da Universidade Rio Grande do Norte
2 º - equipe AeroRio Advanced, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Classe Micro:
1º -  equipe Trem Ki Voa, da Universidade Federal São João Del- Rei
2º -  equipe  Tucano Micro, da Universidade Federal de Uberlândia

   Com o resultado, as equipes acima mencionadas, classificadas em primeiro e segundo lugares, ganharam o direito  de representar o Brasil na SAE Aero Design East, competição internacional que será realizada de 13 a 15 de março de 2015, em Lakeland, Flórida, EUA , onde as equipes brasileiras já fizeram história com classificações de sete primeiros lugares na Classe Regular, quatro na Advanced e um primeiro lugar na Classe Micro.

O Comitê Técnico da SAE AeroDesign 2014 ainda conferiu Menção Honrosa às equipes que se destacaram em 14 quesitos solicitados na 16º Competição: 

Aeronave com Menor Tempo de Retirada de Carga-
Classe Regular: equipe Acauã, da Universidade Federal de Viçosa (campus Florestal)
Classe Advanced:  Car-Kará Advanced, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Classe Micro:    equipe  Trem Ki Voa, da Universidade Federal de São João Del-Rei

Aeronave de Menor Peso Vazio -
Classe Micro:   equipe EESC-USP Mike, da EESC-USP

Configuração mais Desafiadora (cauda em "V") -
Classe Regular: equipe EtepFlying Regular, da ETEP Faculdades

First European Team at SAE BRASIL AeroDesign2014 -
Micro Class: equipe Spirit of RWD5bis, da Poznan University of Technology, Polônia

Maior "Acuracidade" (previsão de carga a ser transportada)-
Classe Regular: equipe Triângulo Aéreo, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Maior "Acuracidade" de Peso Vazio -
Classe Micro:  equipe Céu Azul Micro, da Universidade Federal de Santa Catarina

Maior Eficiência Estrutural (carga transportada dividida pelo peso vazio da aeronave) -
Classe Regular: equipe Aerofeg, da Universidade Estadual Paulista (Unesp/campus Guaratinguetá)

Maior Peso Carregado -
Classe Regular:    equipe Uirá, da UNIFEI
Classe Advanced: equipe AeroRioAdvanced, da PUC Rio

Melhor Apresentação Oral -
Classe Regular:     equipe KeepFlying, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
Classe Advanced:  equipe Leviatã, do ITA
Classe Micro:        equipe Tucano Micro, da Universidade Federal de Uberlândia

Melhor Equipe Internacional -
Classe Regular ; equipe Aerodesign Venezuela, da Universidad Nacional Experimental Politécnica de la Fuerza Armada

Melhor Projeto -
Classe Regular:     equipe EESC-USP Alpha, da EESC - USP
Classe Advanced:  equipe Leviatã, do ITA
Classe Micro:        equipe EESC-USP Mike, da EESC-USP

Melhor Projeto de Aquisição de Dados - 
Classe Advanced:  equipe AeroRioAdvanced, da PUC Rio.

Menor Tempo de Montagem -
Classe Micro:  equipe Microraptor,, da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Torcida Mais Animada -
Equipe Albatroz AeroDesign, da Universidade do Estado de Santa Catarina.


- Na Classe Regular, o regulamento este ano delimitou uma restrição dimensional de área em planta máxima de 7750 cm2 e foi equivalente à regra de 1999, a primeira edição da Competição SAE BRASIL AeroDesign.  O objetivo foi avaliar a evolução dos projetos ao longo das 16 edições da competição, principalmente o grau de capacidade de transportarem carga em relação às primeiras aeronaves daquela época, quando carregavam não mais de 6 kg. Para a Comissão Técnica, o salto foi enorme. Em 2014 os aviões conseguiram transportar mais de 12 kg de carga.

Com a restrição dimensional atual, as áreas de asa foram consideravelmente menores se comparadas com as do regulamento de 2013, o que levou as equipes a buscarem aeronaves mais leves visando a maximização da carga transportada para uma pista de 61 m. A restrição também resultou em asa mais esbelta (grandes alongamentos) e desafiou as equipes a aprimorarem o projeto estrutural e aerodinâmico de suas aeronaves.

- Na Classe Advanced chamaram atenção os projetos focados em sistemas de aquisição de dados em voo, assim como no desenvolvimento de aeronaves de peso vazio abaixo de 3 kg. As equipes desenvolveram seus próprios sistemas devido à exigência dos parâmetros de voo, que deveriam ser colhidos em cada bateria.

- Enquanto isso, os aviões da Classe Micro, que em 2013 carregavam cerca de 30 bolinhas de tênis, transportaram 40 unidades e trouxeram novas soluções, como utilização também da asa como compartimento de carga.


 Seguem algumas fotos:                                    


Avião da equipe Carranca Universidade Federal do Vale do São Francisco - Bahia












Equipe Draco Volans,
da Universidade de Brasília - DF






Equipe Black Bird

Universidade Federal
Fluminense

Rio de Janeiro











Equipe Delta

Universidade Federal do Piaui












Equipe Urutau

Universidade  Federal do Estado do Amazonas



Equipe Céu Azul Universidade Federal de Santa Catarina - 
Observem as bolas de tênis na fuselagem, para colocar peso a mais ou a menos










Equipe Tempest

Universidade de Pernambuco





                                                     


                       
                                                                                  


Equipe Venezuela


Universidad Experimental Politécnica de la Fuerza Armada Nacional





  85  Equipes










Equipe  Trem Ki Voa

Universidade Federal de São João Del Rei

Minas Gerais




Equipe AeroPampa


Universidade Federal do 
Pampa


Rio Grande do Sul









Nesta oportunidade, agradecemos à Companhia de Imprensa, em especial à Maria do Socorro Diogo e Helena Resende, pela gentileza de nos  enviarem  a reportagem da " 16º AeroDesign"  

Faremos o possível para  estarmos presente no próximo evento. 

Ao pessoal do SAE BRASIL, parabéns pelo belo empreendimento. 

Uma competição desse nível serve de exemplo para muitos clubes de aeromodelismo deste Brasil afora. Basta criarem eventos dessa grandeza, ter bons dirigentes e organização, e o apoio de autoridades, bem como  o patrocínio de empresas, com certeza se farão presentes.


Para os leitores amigos que não conhecem a SAE BRASIL, informamos que é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade  terrestre, marítima e aeroespacial. 

Maiores informações: vejam o site  www.saebrasil.org.br




  



quinta-feira, 25 de setembro de 2014

VÍDEO SOBRE a "'ABA - hoje COBRA'"


ALGO SOBRE AEROMODELISMO



Recebi do nosso amigo Hernani, Presidente do C.A.S.A, clube especializado em VCC, um belo vídeo, feito para esclarecer em reuniões e encomendado pela ABA, hoje CoBra.
Vale a pena saber como  Aeromodelismo foi  reconhecido como esporte (oficialmente)
Apresenta vários tipos de aeromodelismo e fala do reconhecimento pelo Ministério da Educação, nosso hobby-ciência, como também oficialmente é ESPORTE.
Varias filmagens foram extraídas de Campeonatos Mundiais, onde  equipes brasileiras participaram.
Tive o privilégio de exibir este vídeo em uma palestra no Clube Esperia, aqui em São Paulo, onde fui convidado pela entidade esportiva "Panathlon" esclarecer para uma boa  plateia,  que gostaria de saber porque o aeromodelismo é um esporte (e não brinquedo de gente rica, mas também) e conhecerem melhor suas varias modalidades.
Se tiverem a oportunidade de acompanhar e apresentar este vídeo eventualmente em algum encontro, vale a pena.
Como não poderia deixar de ser, é um bom trabalho de profissionais.
O vídeo é um pouco longo e demora para iniciar, ou "carregar" na linguagem dos entendidos em PC.
Clicar abaixo no https - em cima de vimeo, e  em seguida confirme o mesmo em azul


https://vimeo.com/105260129

Ao iniciar o vídeo, clique no pequeno triangulo em baixo.
                                                                         
Repare que no vídeo de velocidade, apenas se vê um risco passando a mais de 290 kls. por hora.
Ficaram  faltando as provas de voo-livre, que são divididas em:  planadores, elástico e motor FAI,
atualmente pouco praticadas no Brasil por falta de espaços livres dentro das maiores cidade.

VOU SUGERIR PARA COMPLETAR ESTE ARTIGO, QUE VERIFIQUEM NESTAS PAGINAS DO BLOG, A REPORTAGEM SOBRE UM CAMPEONATO MUNDIAL DE RADIO MODELOS ESCALA REALIZADO NA SUÍÇA EM 2013. ESTE  ARTIGO ESTÁ LOGO ABAIXO, PROCURAR EM POSTAGEM, E VALE A PENA OLHAR COM ATENÇÃO NA BELA APRESENTAÇÃO DE TUDO O QUE TEM DE MAIS BONITO NO AEROMODELISMO.
  

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

LINK - PROVA DO CAIXOTE



LINK - PROVA DO CAIXOTE



Acabo de receber um link enviado pelo presidente do CASA, Hernani, o esperado vídeo que prometi colocar no BLOG assim que o recebesse. 
Vale muito a pena visitar. Uma bela prova que todos os anos neste clube de SP,  o realiza com grande exito. 
É  uma  forma pratica e divertida de tentar  atrair novos elementos para o Aeromodelismo, onde principalmente os espaços dentro de uma cidade, estão cada vez mais escassos. Muita alegria.
Conforme informei  em artigo anterior, neste ano  será no dia 23 e 24 do corrente Agosto.
Anexei o convite com maiores informações.
Sempre é bom lembrar que também caso tenham duvidas de localização ou como é o e evento, entrem em contato comigo, pelo tel. 11 2973-5731- e-mail - wnutini@globo.com - Será um prazer ajudar a divulgar esta prova.

Clique em cima do titulo abaixo: PROVA DO CAIXOTE
acesse o link, depois é só clicar no triangulo.

PROVA DO CAIXOTE
l

BOA SORTE e se possível, compareça, prestigiando aeromodelistas, participantes e dirigentes. 

EM TEMPO

Aproveito para informar que recebi gentilmente através do Facebook, uma foto bem saudosista, de um aeromodelista que participou do Campeonato Sul-Americano no Uruguai, Termas de Arapey,  onde se observa na chegada do avião do CAN que transportou a equipe brasileira a este belo evento. Para os que gostam de aeromodelismo e de recordar, visite-o neste  Blog sob o titulo de CAMPEONATO SUAMERICANO NO URUGUAI. Bons tempos,  que falta fazem a todos nós aeromodelistas, estes Campeonatos.





quarta-feira, 13 de agosto de 2014

C A I X O T E


Pensei em não  voltar a escrever neste Blog. O tempo que eventualmente ele me toma é pouco,  porém, sempre tenho a impressão de que estou falando de algo que para mim parece ser importante, o aeromodelismo,  mas que é tema chato (desculpem a palavra chula) para eventuais leitores da matéria.

Escrevo  sobre a vocação para a aviação entre os jovens, sobre um hobby chamado de ciência,  visto que desperta em todas as idades a curiosidade sobre o voo.
Voar é um sonho comum. Quem nunca sonhou estar voando sem asas? E voar é um sonho alcançável.
Escrevo sobre um hobby que forma novas amizades, grupos de discussão e de voo em campo. Que ocupa algum tempo em noites sem outras atrações, enquanto se constrói os próprios modelos. Contudo, com o advento da TV, Computador, Internet, multi-Celular, Facebook, enfim, os digitais tão apreciados hoje em dia, será que muitos não julgam fora de sintonia, perda de tempo tratar de aeromodelismo?

Particularmente fico muito triste em me afastar dos amigos aeromodelistas que adquiri durante  a minha vida. Nos últimos anos, não podendo estar tão presente nas pistas, vejo-os  raramente. O Blog ajuda o contato. 

No dia 9 deste mês consegui festejar mais um ano de vida. Meio capengando, cheguei aos 84  festejando o aniversário com meu filho mais velho, o Marco Antonio, que completou 60 anos no mesmo dia.
Comemoramos a data dupla em família, que é muito unida. Os filhos e netos comentaram o assunto no Face. E o que aconteceu?  UMA ENXURRADA de mensagens invadiu a telinha de casa.
Muito amáveis, vindas dos mais variados lugares, e, principalmente, de meus queridos amigos aeromodelistas. Tentei agradecer  e não estou certo de ter conseguido retribuir a tantos abraços afetuosos. Renovo aqui minha gratidão.
Esse acontecimento foi uma razão para eu estar hoje voltando a escrever neste  Blog. 
Sem a certeza, porém, de continuar.

Outra razão, também de tanta importância,  foi ter recebido um convite especial para presenciar a bela competição de aeromodelismo chamada  CAIXOTE.  Aliás, é o título que dei a este artigo. 
Em 2013, numa das postagens deste Blog comentei a prova. É  uma das mais interessantes competições dos malucos pelo VCC, o antigo U-control. Se tiverem curiosidade, leiam o artigo a respeito para saber como ela funciona.

Ela será realizada  nos próximos dias 23 e 24 do corrente mês (Agosto), nas pistas do CASA, aqui em  São Paulo. 
No ano passado o Caixote foi uma beleza. Recebi (obrigado Fernando da Aero-Braz  e Hernani) )  uma cópia do vídeo  DVD. Infelizmente - também já falei a respeito de minha total incompetência em batalhar com o computador, assisto o DVD em meu notebook normalmente, mas não consigo enviar para "meus documentos"  e posteriormente publicá-lo no Blog. Tenho a certeza que o vídeo valeria mais do que mil palavras para explicar a competição.  Muito bacana.

Enfim, estarei lá no CASA, se Deus me permitir, para me divertir com as brincadeiras, os modelos surrealistas, os alegres grupos misturando veteranos e novatos, e para não dizer que é só aeromodelismo que me interessa, (também não sou de ferro) vou beliscar o gostoso churrasco sempre oferecido aos presentes. 

Se um dia eu conseguir colocar os videos do nosso hobby-esporte-ciência no Blog, aí sim valerá a pena escrever para os amigos que aguentam tanto blá-blá.  


. Na foto  o convite do evento CAIXOTE, 


     





quinta-feira, 5 de junho de 2014

Fotos e Videos


Estamos em época de COPA DO MUNDO. Nossa intenção era parar com o blog, Ficamos um bom tempo sem nada escrever neste blog. Preguiça, falta de vontade de brigar por algo que sempre achamos importante, e que talvez nem sejam, sei lá. 

Realmente hoje o assunto principal em todos os meios da mídia é ver o BRASIL jogar um bom futebol e que dependendo sempre da qualidade dos adversários, sermos os campeões.

Aqui estamos para informar que refizemos alguns artigos publicados e conseguimos com a ajuda de bons e pacientes leitores,  introduzir fotos e videos (ficou mais-boca). Os artigos a nosso ver ficaram melhores e sugiro principalmente o do Campeonato Mundial de Aeromodelos Escala, na Suissa, no ano passado. Detalhes impressionantes de construção, pilotinhos que se movem, bombas, voos incríveis e que organização!  Achamos que este  é realmente o melhor do aeromodelismo em todos os sentidos.
Esse vídeo deve ter sido visto por boa quantidade de apaixonados na arte de nosso esporte.  Se já viram, bom, senão,  vale a pena ver.

Entrou via internet um incrível vídeo de um cidadão Russo, (usando camisa com nomes) exibindo sua criação: um DRONE, coisa profissional, equipado com nada mais nada menos que um rifle de longo alcance, atirando e destruindo bonecos tamanho igual aos humanos, em campo aberto ou fechado em reuniões dentro de salas e para finalizar o maldito no vídeo destruindo um automóvel sem e menor dificuldade. Gostaríamos de ter podido coloca-lo neste blog como um alerta pela destruição que provoca, e não para fazer sensacionalismo. Num de nossos artigos, falamos do perigo dos DRONES e sua aplicação. Nós o aeromodelistas certamente seremos penalizados pela ANAC  num futuro bem próximo, proibindo frequências ou quem sabe lá o que fazer para parar com essa loucura. Esse vídeo "foi cortado" da internet no dia seguinte, bem como aquele em que a chanceler alemã Angela Merkel fazia um pronunciamento em praça publica quando aparece  um DRONE que pousa a seus pés sem que  pudesse ser reprimido por seus seguranças.  Já imaginaram se este safado estivesse munido desse fuzil? 

Outro assunto que no momento me parece relevante, (não tanto explosivo) é uma queixa contra a CoBra, feita por vários presidentes de clubes a ela filiados. São varias reclamações e merecem ser bem avaliadas. Foi uma luta de muitos anos, desde a ABA para que os aeromodelistas desse Brasil imenso, se reunissem numa entidade que os representasse em assuntos pertinentes para uma boa organização dos praticantes, dos clubes, dos campeonatos nacionais e internacionais. Hoje temos mais de uma centena de clubes regularmente filiados. 
Estes presidentes  se tiverem razões ou não para suas queixas, como um veterano com alguma experiencia no assunto, aconselho a juntos irem através de documentos, apresentar seus reclamos aos dirigentes da entidade, que certamente terão uma resposta aos problemas mencionados. Caso contrario existem Estatutos legalmente constituídos e todos devem seguir seus ensinamentos. Dirigentes e dirigidos
Em caso de discordância, solicitem uma Assembléia Geral Extraordinária que pode ser agendada em poucos dias. As leis são para serem cumpridas e não ignoradas sob pena de toda uma coletividade sair prejudicada. 
O ditado popular diz: A UNIÃO FAZ A FORÇA.

Num passado recente era muito difícil juntar clubes de todo o nosso Brasil, pelas distancias e serem percorridas pelos interessados. Aí está a Internet que pelos regulamentos atualizados da CoBra tudo pode ser discutido e votado através dela e legalmente reconhecidos. 

Fica uma advertência; também em passado recente, foi realizado uma Assembléia para eleição dos futuros dirigentes da CoBra e o comparecimento;  foi pífio
Reclamar é fácil, assumir responsabilidades tão grande é um outro problema. Pensem bem antes de atitudes precipitadas. 

De coração, espero que encontrem a melhor solução para o bem do aeromodelismo nacional..









  

domingo, 23 de março de 2014

SOS Modelódromo do Ibirapuera - Vale a pena conhecer



 Após longo período sem dar notícias, (desde Janeiro),  volto a este Blog para espernear após a quarta-feira de cinzas. Não estou de ressaca, apenas injuriado.

 Por ora não vou mais continuar o Blog, escrever esses artigos. Não consigo anexar vídeos para melhorar os textos (acho que ficam  monótonos).  Não me entendo com o computador e não encontrei um  maluco que tenha a paciência de me ensinar como fazê-lo. Mas antes, quero externar minha opinião sobre o que está acontecendo atualmente no Modelódromo. Talvez alguns vão discordar, mas o Blog  (felizmente) não traz comentários, nem a favor ou contra,  pelo menos até agora. Se preferirem usem: "wnutini@globo.com" - a bronca é livre,  ajuda  melhorar minha rabujisse. 

Uma historinha  real. O título acima  é mesmo para chamar a atenção.


 Dia 23 de Fevereiro de 2014, um lindo domingo, uma tarde quente de verão, mais ou menos 16 horas, eu e  Daisy fomos dar um passeio no PARQUE DO IBIRAPUERA. 
Talvez seja o mais belo  local de lazer em nossa São Paulo, hoje  com mais de 12 milhões de habitantes. 
Jardins bem conservados, lagos, gente por toda parte, esportistas e andarilhos de todas as raças e idades. 
Vale a pena visitar e utilizar  os seus vários locais bem cuidados e policiados, apreciar suas paisagens.   Tudo muito bacana. E ai resolvemos: "Estamos tão perto, porque não vamos dar um pulinho no Modelódromo que fica no outro lado  da avenida?"  Matar a saudade.  Lá fomos nós. 

Para os que não conhecem o MODELÓDROMO, informo que ele fica ao lado da enorme escultura "Obelisco", no final da Av. 23 de Maio - SP. Uma homenagem aos mortos na revolução de 32.

O Modelódromo é cercado e protegido dos mal intencionados, com guarda municipal e portões abertos com identificação dos visitantes. 

O espaço, especialmente criado a mais de 40 anos (já contei a história neste Blog em artigos anteriores), privilegiou a prática dos esportes: aero, auto, ferreo, plasti e nautimodelismo.
Apenas a área  reservada para  pequenas máquinas a combustão, toda cercada, não cumpre hoje a função para que foi destinada. O local é utilizado como um "cachorródromo". Bom para a vizinhança que tem onde treinar e/ou brincar com  seus lindos animais livremente. Seus usuários são  bem organizados,  fazem a coleta dos dejetos e  são educados. 

O objetivo da construção daquele nobre local era incentivar a juventude e os adeptos das diversas modalidades a conhecer e praticar  o salutar modelismo, construindo,  projetando e competindo com suas réplicas;  de  onde se revelariam vocações, sairiam  futuros aeronautas, etc...
Assim pensávamos nós e as autoridades, mas com o tempo as coisas mudaram e nem tudo aconteceu como era esperado.

Alguns dos modelistas usuários do Modelódromo e leitores desse Blog, reclamam de que o atual Prefeito, ou o Secretário de Esportes ou o Administrador do Centro tem a intenção de fechar o local.
Como já contei em postagem anterior, a pedidos, eu cheguei a telefonar ao  administrador atual, Sr. Mauro, para saber ao certo o que estava acontecendo. Fui atendido.  Disse ele que estava  analisando o problema e voltaria a nos procurar. Foi muito gentil.  Nada mais
Recentemente fui informado que ele havia preparado uma proposta para o bom uso do local, feita diretamente ao Secretário de Esportes. Também vazou a informação que a Red-Bull  propôs à Prefeitura construir no Centro um espaço para os praticantes do Skate.  Um bom contrato financeiro.
Nada errado. Teríamos  uma boa quantidade de jovens preenchendo esta lacuna  de ter mais praticantes de esportes, conhecendo e usando o espaço tão valioso para a cidade". 

Pois bem,
naquele domingo em que estive no Modelódromo tirei algumas fotos (desculpem, coisa de amador).
Valem para comprovar como ele se encontra.  

Visitamos todas as dependências, internas e externas.  Desde a entrada, tudo muito limpo, bem conservado, pinturas recentes, guardas municipais atendendo gentilmente as nossas perguntas. Sentimos orgulho de  ver algo que imaginamos em sonhos, num passado tão recente. Tudo funcionando normalmente, sem ameaças de fechamento. Só tenho elogios ao novo Administrador.

Agora, como me sentiria se fosse eu naquele dia o Prefeito  ou o Administrador  visitando o local totalmente vazio de praticantes e espectadores? E num domingo? Imagine nos dias de semana! 
Ficaria muito decepcionado,  podem crer,  pela ausência dos modelistas. 
Acharia  o Modelódromo inútil e muito custoso  para os cofres municipais.  

Vamos lá.  Ao  invés de pensar em fechar o local substituindo para  outra atividade, no mínimo deve-se pensar em corrigir o erro e procurar soluções. Por analogia seria como  "fechar a indústria de automóveis julgando  serem elas as  responsáveis pelos trágicos acidentes que acontecem todos os dias". 

Conselho é grátis e aceita quem quiser. Lá vai o meu:
Só depende das autoridades e dos modelistas.

*Para haver maior interesse de utilização e visitação do local, o Secretário de Esportes através de seu Administrador deveria convocar uma reunião urgente com as partes interessadas  e propor:

*Nomear um elemento de confiança do Administrador, conhecedor das atividades, para fazer uma intervenção branca no local  num período por exemplo de 60 dias, a fim de ouvir e tentar debater  todos os problemas com a Prefeitura e os que  utilizam o local.

*As reuniões poderiam ser realizadas nas salas que uma vez existiram para esse fim  para  o funcionamento da secretaria. Assim, os encontros não precisariam acontecer na lanchonete que funciona sob a arquibancada, como pude presenciar em algumas ocasiões. 


*Utilizar  regras de uso do local.  Já existem e boas. É só aplicá-las.
 Atenção (sou  sem partidarismo político):
 Essas regras muito boas foram emitidas pelo ex-Prefeito  José  Serra - tenho as cópias.

 *As 5 (cinco) modalidades que fazem parte do Centro, devem eleger um diretor que os represente, com        a obrigação de  troca  a cada  ano.

 *Ter afixadas  informações para os visitantes c/ balancetes mensais em local visível em sua área de atuação     enviados ao  administrador municipal. ( também análise financeira)

 *Cada modalidade terá que licitar a melhor oferta para uso específico de sua área, com anúncio                      publicado em local bem visível  e indicar seu representante,  através de eleição,  ao administrador
 * A Prefeitura deve nomear  um Gestor  para todo o Modelódromo  com salário, a fim de que o                mesmo  esteja  presente  diariamente  fazendo cumprir as normas  de uso do local. 

 *Não depender de elemento praticante do esporte, como  um  abnegado.

 Como disse acima, existe sala  no Centro  criada especialmente  para esse trabalho.  É só                  verificar onde se localiza hoje a  instalação extra  do   Ferreomodelismo.  E  c/ banheiros!
 Existem, também, duas novas salas - abandonadas e vazias - construídas pela Prefeitura, pelo então              Secretário de Esportes Walter Feldmam, onde funcionavam escolas de modelismo.




Vejam a foto das duas salas construídas,  fechadas com portões
Estão dentro do modelódromo

  
Nomear um  zelador assalariado e oferecer como sua residência o local apropriado que existe no
alto da arquibancada que está abandonado. Ele atenderá o Gestor e cuidará fisicamente do local.
   
Financeiramente a Prefeitura  encontrará  facilmente  um patrocinador como o  já  especulado Red-             Bull  e poderá construir, num espaço vazio como por exemplo " o cachorródromo", local para a prática       do Skate,  hoje muito concorrido entre jovens. Com um bom contrato  poderia  a  Prefeitura  não               ficar  sujeita a valores recolhidos dos clubes e muito menos dos  praticantes.

Afinal, o  local  é  para uso dos cidadãos da cidade, sem grandes exigências.

Dou como exemplo o belo uso do "Parque da Juventude", (local do antigo presídio do Carandiru)
sempre  cheio de munícipes utilizando as quadras esportivas lá construídas. Aberto para todos.

Atualmente, no Centro os clubes de modelismo la instalados,  para subsistirem cobram taxas de                   inscrição e   mensalidades. Criam horários especiais para  uso dos novatos. Funcionam  como clubes           particulares em  próprio municipal.

Que tal placas publicitárias ao redor do Centro?

Quem sabe  licitar e alugar para um estacionamento os espaços livres existentes na área?  Há muitos.
     
Com estas  sugestões ou outras melhores,  tenho a certeza que o Modelódromo não fechará como apregoaram alguns descrentes. Falta encher de gente as arquibancadas. Público não faltará. A maioria dos habitantes de nossa cidade não conhece o local. 

Divulgação se faz com demonstrações e competições constantes convidando a mídia (ter um relação pública  é importante) para divulgar  os eventos. Manter constantemente o Modelódromo com esses eventos de todas as modalidades que praticam no local. 
A força do Gestor para impor essa exigência é fundamental.  

Mesmo com toda atenção do Gestor, certamente  horários de uso vão acabar privilegiando alguns, negociação com equipamentos  acabarão acontecendo entre praticantes, uma vez que infelizmente sempre existirão aqueles  mais  interessados no próprio  lucro do que no crescimento do modelismo.

Conhecemos também da necessidade do uso das pistas de aeromodelismo para a realização de provas   marcadas e oficializadas pela CoBra, ex-ABA,  cujo único objetivo - de acordo com as leis da FAI - FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE AVIAÇÃO, é proclamar os 3 melhores modelistas  em cada modalidade do VCC para representarem o Brasil em competições mundiais. Os aeromodelistas que se preparam para  competir nessas provas  são uns poucos abnegados e realmente merecem  ter a primazia no uso das pistas do Centro.

Infelizmente, as provas são  realizadas sem a presença de espectadores.
A cidade nem fica sabendo sobre a importância do que está acontecendo lá.

Então? 
Para que arquibancada?

Quanto à pratica do modelismo no Brasil, e em especial o aero,  recebo  pelas  revistas nacionais as reportagens de clubes em cidades de todo o Brasil, onde cresce o VCC,  antigo U-Control,  e  Rádio Controle. Alguns de seus dirigentes correm atrás dos prefeitos para conseguirem uma pista..

E nós em SP com o modelódromo quase parando?  durma-se com um barulho desse!

O que falta? Amor ao modelismo?  Ou sobra  uma paixão tão louca que atrapalha?   
Talvez as responsabilidades com o trabalho ou mesmo as esposas, noivas ou namoradas criam problemas com o uso exagerado do hobby em casa e no campo. Para boa convivência deve o modelista encontrar a média  no uso ideal de cada coisa. Um pouco para cada um.

Finalmente eu pergunto:

Qual cidade grande ou pequena, não gostaria de ter um Modelódromo igual ao de São Paulo?

Analisem   as fotos:




Arquibancada de concreto bem conservada, recém pintada, pistas de aeromodelismo protegidas por alambrado especial. Notem em baixo da arquibancada  a entrada para seu interior onde se localizam as pistas de automodelismo,  ferreo,  plasti e lanchonete. Grama aparada e tudo arborizado e limpo.   Sem praticantes  e  público.



Maquetes de ferreomodelismo, foram retiradas as antigas e novas estão em construção. Dois praticantes e ninguém apreciando.  É claro,  com um só trenzinho circulando, não há muito o que ver. Vejam a  limpeza.




Olha o cãozinho feliz da vida. 


Residência para zelador, em cima da arquibancada. Abandonada e vazia




Uma boa lanchonete



Tanque para nautimodelismo - Recinto fechado, restrito aos associados, um só barco no peitoril descansando. Público zero.




Para os aeromodelistas duas bonitas pistas , medidas oficiais, com proteção de alambrado e gramado impecável. Zero de pilotos




Onde havia uma placa comemorativa  na inauguração da praça em homenagem ao  Gen. Eisenhover (denominação dada pela Prefeitura à  praça), foi colocada uma nova, sem referência a ele e o porquê da homenagem, mas com o nome daquele que recentemente a reformou,  o Prefeito  Cassab.  Ficou elegante.




Porta de entrada para o plastimodelismo: fechada
Ao lado, vê-se  a porta dos sanitários que são anexados à antiga sala  de reuniões de diretoria  da  ex-FPM.  A sala tão importante foi cedida para a outra maquete de ferreomodelismo





Automodelismo - Empresa particular explora as pistas. Um só praticante na hora

XXXXXX


Finalizo agradecendo minha neta Rafaella por ter criado este Blog e estar sempre tão presente, embora ausente fisicamente,  morando agora nos EUA.

Agradeço também minha esposa  Daisy, que vive  disposta a corrigir meu português neste blog

A todos amigos que me acompanharam  nestas páginas 

Um grande abraço

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

ANO NOVO - HISTÓRIAS ANTIGAS

8



Vieram as Festas de Fim de Ano, bons encontros, abraços, beijinhos, família reunida, e principalmente revendo amigos de longa data. 

Como alguns sabem, dediquei muitos  anos felizes de minha vida ao aeromodelismo. Neste Blog que dedico ao Modelismo, versa em geral  sobre os assuntos pertinentes.  Neste artigo, peço desculpas aos demais mas vou ficar   com o aeromodelismo que é onde tenho mais recordações.

A vida mudou muito nestes últimos 50 anos, principalmente os avanços eletrônicos. E como mudou. Veio a TV a cabo, Internet com noticiários imediatos, celulares de todo tipo, e já são mais de 20 milhões de brasileiros que se comunicam, e como falam! tabletes, Instagram? jogos de todo tipo, alguns violentos outros engraçadíssimos. Radio controle, antes absurdamente caros e hoje com a chegada dos "chinas", todos podem adquirir seu equipamento sem brigar com a família inteira. A vida realmente  mudou e acreditem,  para melhor. 

Relembrando com  colegas nestas reuniões de Fim de Ano,   perplexos alguns houviam sem entender como podia ser?  Neste mundo fantástico da atualidade, os mais jovens não podem entender mesmo;

Uma das Histórias foi a seguinte

Terminado um Campeonato Brasileiro de Aeromodelismo em SP, Cumbica onde hoje se localiza o Aeroporto de Guarulhos, dentro da Base Aérea, conseguiu-se com a ABA e seus esforçados dirigentes, fazer um evento com todas as modalidades do aeromodelismo. Imaginem só: U-control (VCC),  Radio e Voo-Livre. Cada modalidade com suas sub-divisões. Mais de 200 inscritos, oferecido alimentação, alojamento e transporte interno.  Todos os participantes assinavam uma declaração afirmando que quando não estariam participando como competidores deveriam colaborar na organização. Funcionou muito bem e acreditamos que muitos aeromodelistas que participaram no evento devam ter belas recordações a respeito. Vieram de vários Estados.

No final,  com o belo resultado, imaginamos como poderíamos organizar um Campeonato Sul-Americano aqui no Brasil e  nos mesmos moldes? Ousadia! onde encontrar aeromodelistas nas varias modalidades e em todos os países? Na America do Sul, com as Guianas são mais de 10? 

Naqueles anos da década de 70,  além do aeromodelismo, eu era  Radio-Amador, prefixo PY2 EDG. Para os mais jovens, que nos perdoem, sem querer ser didático, são equipamentos especiais para transmissão e recepção de sinais e vozes, pondo-nos em contato com todo o planeta. Existem muitos radio amadores até hoje prestam um enorme trabalho comunitário. Hoje com  a Internet através de e-mail e  o Facebook  facilitam esse serviço. 

Como curiosidade, rapidamente, vou contar como fui me dedicar ao assunto. Fui assistir  um filme Frances muito elogiado na época: SE TODOS OS HOMENS DO MUNDO.  Tratava-se da historia de um barco pesqueiro onde em alto mar todos os tripulantes foram atacados por uma infecção brutal. Sem medico a bordo, distantes,  a aspectiva era da morte  para todos. Apenas um tripulante nada sentia. Era um africano simpático que por religião não comia carne. A maldita carne a bordo, talvez estragada, tenha provocado uma epidemia no local. No pesqueiro havia um Radio Transmissor  usado para radio-amadores. Esse simples tripulante com toda dificuldade da língua que falava,  conseguiu entrar em contato com vários desses radio amadores de muitos países e assim foi conseguindo juntar numa rede internacional, ajuda  como orientação medica e o próprio resgate do  barco. Fiquei impressionado e resolvi ser um radio amador por muitos anos. Fim da minha história.

E aí,  o que tem isto a ver com aeromodelismo?

Continuando sobre a ideia de um Sul Americano, fui   usar o meu Radiotransmissor.   A grande dificuldade era a diferença de fusos horários entre os países e também como pedir ajuda de desconhecidos no ar que nada entendiam de aeromodelismo? Muitas noites perdidas, mas valeu a pena. Esses magníficos e desconhecidos  radio amadores,  em rede,  conseguiram localizar vários clubes e praticantes avulsos e pô-los em contato conosco. Acreditem, todos  os 10 países e um das Guianas estabeleceram contato. E vieram! 

Este memorável Campeonato foi realizado em Brasília, com a vinda de todas as representações acompanhadas das autoridades de seus países. Sentimos uma enorme emoção na abertura do evento ao se ouvir de cada pais, participantes cantando o  hino pátrio com  todo fervor o que alias, é peculiar aos esportistas em especial.

Voltando ao tema inicial do artigo, de como progrediu a tecnologia eletrônica e como seria realizar um evento, nessa proporção em nossa época? Os jovens responderam:
Fácil, é só entrar na Internet ou Google e pronto,  teremos tudo que precisamos nas mãos em frações de segundos.

Muito bom, e eu pergunto:      ONDE ENCONTRAR  ESSES  AEROMODELISTAS?        ELES EXISTEM?

Acredito que só na Argentina onde realizam Campeonatos Nacionais com todas as modalidades.

Aqui no Brasil, ha muitos clubes de aeromodelismo e em varias cidades espalhadas por aí. Mas praticamente só de praticantes de radio.  Vamos tocar nesse assunto em outro artigo para não cansar a beleza dos amigos que leem este blog. 

Enfim,  foi gostoso reviver entre amigos nestas Festas de Fim de Ano, um passado que já vai tão distante.