segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Aeromodelismoeassim

,

VISITA DO PRES. DA COBRA E O MARCELO DA "AEROMODELISMO È ASSIM"

Dias atrás, recebi a gentil visita do Sr. Rogério, (Presidente da CoBra) que veio acompanhado do Marcelo, Editor da Revista on-line, "Aeromodelismoeassim".

Batemos um bom papo, e finalmente o Marcelo quis fazer uma pequena entrevista sobre curiosidades do antigo aeromodelismo. A minha memoria andou falhando em alguns nomes. Me desculpem.

Essa  revista é bem interessante e trata da construção de aeromodelos, traz noticiários de muitos clubes. Aconselho aos amigos que sempre acompanharam este nosso Blog, (alias meio esquecido por mim, por preguiça) e também porque já se pode  encontrar bons artigos sobre a matéria na internet, Vale a pena conhecer e acompanhar "aeromodelismoeassim",  ele é muito bom e ajuda bastante sobre o nosso hobby-esporte-ciência.

Ele convida a quem se interessar pela entrevista e também conhecer   seu "aeromodelismoeassim".

É só conseguir entrar no site mencionado abaixo:

Atenção: tem letras maiúsculas, minusculas,  números  e sinais. Como qualquer link complicado na Internet, um erro na digitação completa, o site não entra. Eu erro sempre.

https://youtu.be/CfvWrZ6SMc4



Um abraço a todos

Walter Nutini

quinta-feira, 27 de abril de 2017

homenagem a Ayrton Senna

 

Homenagem a Ayrton Senna

A Prefeitura Municipal de São Paulo, neste feriado de 1º de Maio, irá transplantar  a escultura em bronze, do Formula Um do nosso querido amigo Ayrton Senna. 

Esta escultura estava em local próximo da Av. 23 de Maio, porém não  condizente com a imponência da obra e do homenageado.  

O Snr. Secretario de Esportes do Município, ao visitar o nosso Modelodromo, informou ao Snr. Prefeito João Doria, e sugeriu o translado para dentro no espaço próximo do tanque de Nautimodelismo. Na opinião dele, o novo local é mais nobre, bem conservado e adequado por ter o Ayrton praticado aeromodelismo sempre que possível em suas viagens pelo mundo do automobilismo. Praticando com seus modelos, todos RC, que os acompanhavam em seus  deslocamentos aéreos. certamente melhoravam seus reflexos.

O Prefeito acolheu a ideia e marcou para o próximo dia 1º de Maio, ás 11 horas, a reinauguração da escultura, e a praça onde está instalado o pedestal,  será denominada "Praça Ayrton Senna".

Enviou  convite a todos os aeromodelistas através das entidades como a CoBra. 



Gostaríamos que os Modelistas que se utilizam do espaço esportivo, compareçam à solenidade, com suas camisetas dos clubes a que pertencem, ou uma amarela e prestigiem o Sr. Prefeito e o Sn. Secretario, nesta homenagem a todos nós pela gentileza do evento.

Certamente estarão personalidades mencionadas bem como o Presidente da CoBra, e o Presidente do Panathlon Clube de SP, ao qual pertenço.

segunda-feira, 6 de março de 2017

ISTO È - Revista denuncía

HISTORIA  DENTRO  DA  HISTORIA


Vivemos um período conturbado na nossa historia politica. Todos os dias e em todas as horas, TV, Radio, Internet, celulares, denuncias, lava-jato mandando brasa, corrupção e vergonha para nós todos eleitores, que sempre estivemos afastados dos noticiários políticos. Nós votamos e infelizmente mal. 
Aí meus amigos estarão perguntando? e o que esse Blog tem com isso? não é especialmente dedicado ao aeromodelismo? esclareço:

Dia 22 de Fevereiro 2017, abro o noticiário no  computador e vejo uma denuncia na capa da Revista Isto È; Titulo: "LEVEI MALA DE DINHEIRO PARA LULA". Até ai nada de novidade,  mas no roda-pé - ainda ele. a testemunha: "FERNANDO BOTELHO, EMPREITEIRO MORTO NUM ACIDENTE AÉREO EM 2012, FOI ASSASSINADO"


Capa da Revista "ISTO È" - 22-2-2017

Em minha memoria, lembro que conheci o Fernando Arruda Botelho, diretor da empreiteira "Empresa Camargo Correa", quando praticava aeromodelismo na categoria de U-Control hoje VCC. no Ibirapuera. A ultima noticia a seu respeito, foi que sofreu um acidente aéreo no qual veio a falecer, Estava acompanhado de seu instrutor, fazendo acrobacias com seu avião. na fazenda da Empresa.

A HISTORIA

Certo dia, o amigo e afilhado, Celso De Santi, presidente do clube de aeromodelismo (AJA) em Jundiaí, me convidou para presenciar um evento: "SHOW de aeromodelismo" nas pistas do clube.
Lá fui eu e minha esposa Daisy num domingo de sol, belo local, boa pista, boa organização, muitos modelos, arquibancada com torcida, e o grande Vadico na locução, 
Observei que estava estacionado junto as pistas, um Demoiselle, tamanho e copia do original e  tinha chegado ao local com suas próprias forças. 
Perguntei ao Celso de quem era?  Era do Fernando Arruda Botelho. Disse que alem desse avião, ele possuía outros 4 iguais, esparramados pelo mundo afora. Todos com pilotos próprios. 
Fernando Arruda, estava no local, e  apesar de meus cabelos brancos, me reconheceu e veio ao meu encontro.
da esquerda para a direita: Januário Bruno (falecido) Fernando  Arruda Botelho e aqui o velhão 
Abraços,. lembranças etc... Surgiu um dialogo interessante:
F: Nutini, vc ainda tem contato com seus amigos da Aeronáutica?

N: Estou afastado da direção da ABA (atual CoBra) a alguns anos. Mas, continuo me correspondendo com os bons amigos que lá amealhei. E aí? em que posso ser útil?

F: Vc sabe que tenho este Demoiselle e outros 4 em outros locais. Quero fazer uma travessia aérea com ele pelo Canal da Mancha, da França até a Inglaterra num voo histórico. Bom para nós e para o Brasil. O Ermírio de Morais, já se propôs me seguir com sua lancha pelo canal para dar cobertura náutica. Tenho piloto e tudo o mais necessário.

N: Um belo e audacioso projeto. Gostei da ideia. Qual é o problema?

F: È com as autoridades francesas. Não consigo me  comunicar com elas e nem como proceder para obter vistos, transporte interno, combustível, logística, enfim toda uma burocracia que só se vence com conhecimento das pessoas ligadas ao governo.

N: Posso tentar falar  com os atuais militares conhecidos da aeronáutica, e volto a te informar.

No dia seguinte, por telefone, entrei em contato com o Comandante do IV Comando Aéreo da Aeronáutica - SP, na época o Major Brig. Sócrates Monteiro. Em artigos anteriores nesse blog, já o mencionei como um grande amigo dos aeromodelistas e se me permitem, meu em particular. Chegou a Ministro da Aeronáutica no Governo  Collor.
Dias depois, recebi um comunicado do Maj. Brig. Sócrates, avisando que eu tinha um encontro marcado com o Sr. Consul da França em SP. ao qual estariam presentes também um representante do Fernando Arruda.
Dia e hora estabelecido, compareci e fomos recebidos pelo Sr. Consul. Educado, e simpático, quis saber qual eram o nossos problemas.
Antes de mais nada, preveniu que o ano fiscal estava em curso e não poderia atender mais qualquer solicitação que significasse despesa.

Expus o projeto da travessia do  Canal da Mancha com o Demoiselle a partir da França. Achou a ideia interessante,  se comprometeu a falar com o militar responsável da França (equivalente ao nosso ex-DAC), ao qual nós deveríamos preparar um documento elencando todas as nossas necessidades logísticas.  Ótimo começo.

Passado uma semana, liguei para o representante do Fernando, para saber se tinha enviado o documento, com um relatório de solicitações, e recebido alguma resposta. O representante que se intitulou como diretor da "Empresa Demoiselle Eventos Aeronáuticos", disse que havia recebido uma resposta negativa do Consul. Ele no elenco das solicitações, pediu um aporte financeiro (R$40.000,00) para o transporte interno do avião e  o combustível.
A unica coisa que o Consul pediu desde o inicio de nossa conversa, era que não poderia atender a qualquer solicitação de valor a titulo de promoção.
FIM  DA  CONVERSA.

Confesso que fiquei indignado com o representante do Fernando. Pela primeira vez em minha vida, agora como ex. dirigente do aeromodelismo, coloquei a credibilidade e o bom nome que conquistamos através dos eventos e parcerias principalmente com a Aeronáutica. Fizemos um papel no minimo inadequado, junto a uma autoridade internacional, pois o valor  pedido, elevado ou não, (vejam hoje os valores denunciados na Lava-Jato) sendo os protagonistas do evento, pessoas que presidiam Empresas enormes e conhecidas  pela situação financeira, que certamente se encarregariam em arcar com essas  despesas. Um investimento pequeno para tal promoção internacional. Nunca solicitar ao Sr. Consul!

Ficou uma lição: Para se conseguir boa reputação, honesta, junto a qualquer tipo de autoridade, quem estiver disposto a comandar uma entidade esportiva como por exemplo a nossa CoBra,  jamais poderá ultrapassar seus limites de poderes que o cargo lhe é confiado, principalmente se for para interesse particular, seja de que tipo for.

Lembrar: quando nos apresentamos para uma audiência com uma autoridade, ele nos olha e o primeiro filme que passa na  cabeça dessa autoridade é: quanto sera que esse sujeito ira pedir? 

Fiz ver meu desagrado na época do fato ocorrido ao Fernando Arruda. Trocamos algumas palavras mais fortes, até pesadas, via internet. Tenho até hoje  copia dessas mensagens.

Posteriormente ele me enviou um livro com a historia de sua vida na aviação, e de como construiu o Demoiselle. Junto veio um mimo, feito de metal, uma bonita miniatura do celebre avião de Santos Dumont. Guardo-a com carinho.
Sua morte prematura num acidente aéreo,  foi muito lamentada.

A Revista Isto É.  me fez relembrar o caso, e o tempo certamente contara toda a historia.
A denuncia de que foi um assassinato, é grave e me chocou, A imprensa livre está ai para investigar e  certamente as autoridades atentas aos fatos virão a publico para confirmar ou não.
A revista insinua em suas paginas internas, com farta reportagem sobre o acidente, e que houve queima de arquivo, talvez uma futura ilação premiada da Camargo Correa. (teoria da conspiração?)

Fernando pilotando seu Demoiselle. Viajaram juntos pelo mundo afora

 

Aos amigos leitores deste Blog, peço desculpas, por trazer um assunto relacionado com um aeromodelista, porém não diretamente com aeromodelos. 

Até breve





terça-feira, 31 de janeiro de 2017

MUDANÇA DE ENDEREÇO


VISITA DO PRES. DA COBRA E O MARCELO DA "AEROMODELISMOEASSIM"

Dias atrás, recebi a gentil visita do Sr. Rogério, (Presidente da CoBra) que veio acompanhado do Marcelo, Editor da Revista on-line, "Aeromodelismoeassim".

Batemos um bom papo, e finalmente o Marcelo quis fazer uma pequena entrevista sobre curiosidades do antigo aeromodelismo. A minha memoria andou falhando em alguns nomes. Me desculpem.

Essa  revista é bem interessante e trata da construção de aeromodelos, traz noticiários de muitos clubes. Aconselho aos amigos que sempre acompanharam este nosso Blog, (alias meio esquecido por mim, por preguiça) e também porque já se pode  encontrar bons artigos sobre a matéria na internet, Vale a pena conhecer e acompanhar "aeromodelismoeassim",  ele é muito bom e ajuda bastante sobre o nosso hobby-esporte-ciência.

Ele convida a quem se interessar pela entrevista e também conhecer   seu "aeromodelismoeassim".

É só conseguir entrar no site mencionado abaixo:

Atenção: tem letras maiúsculas, minusculas,  números  e sinais. Como qualquer link complicado na Internet, um erro na digitação completa, o site não entra. Eu erro sempre.

https://youtu.be/CfvWrZ6SMc4



Um abraço a todos

Walter Nutini

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

novo endereço



NOVO ENDEREÇO:

Nos mudamos, e estamos sempre a disposição, e quando puderem nos visitem.

Rua Eudoro Lemos de Oliveira, 117 - ap. 182 - SP/SP
CEP 02022-030

Tel: 11-2973-5731
       11-99710-7102

Um abraço a todos
Walter e Daisy


domingo, 16 de outubro de 2016

MUDANÇA




MUDAREMOS

Informamos aos queridos amigos que acompanharam este blog que no próximo dia 19 de  Outubro de 2016, estaremos nos mudando para um novo endereço, ainda em Santana - SP, neste bairro onde nascemos, e numa cidade maluca mas maravilhosa.

Estamos sem dar noticias desde Fevereiro,  ainda  nos  restabelecendo de uma operação nos quadris. Cada visita aos médicos, a resposta é sempre a mesma - É DA IDADE SR. WALTER. Eu respondo: Não necessito ir ao medido para saber disso. Amante da aviação e do aeromodelismo, me sinto um pássaro  CONDOR, dói tudo !!!

Assim que tivermos em definitivo o novo endereço, passaremos aos companheiros. Certamente o
telefone não mudará.

Gostaríamos de continuar  sermos  bons amigos.

Um grande abraço a todos

Walter Nutini



segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

LUTO NA AVIAÇÃO BRASILEIRA

29 de janeiro de 2016

Noticia vinculada em toda imprensa falada e escrita

O Museu da Aviação - TAM em São Carlos encerra suas atividades



A notícia acima me aborrece profundamente, uma vez que eu apreciava demais  podermos  ter no Brasil um museu  da  Aviação  de  tal envergadura.

Sobre o assunto,  me permito contar alguns fatos e fazer alguns comentários.

Quando eu presidia a Associação Brasileira de Aeromodelismo (ABA), hoje COBRA, por coincidência encontrava-me frequentemente com o fundador do Museu - o comandante Rolim da TAM - na ante-sala do Diretor Geral do DAC, hoje ANAC, no Aeroporto Santos Dumont .  
Lá, sempre bem recebidos, tanto eu como Rolim procurávamos resolver os problemas que tínhamos com as entidades que representávamos .  
Numa dessas ocasiões ele  convidou-me para voltarmos a SP em seu avião. Rumo a Congonhas, conversa  vem, conversa vai ,  Rolim  falou sobre seu grande sonho em construir um museu de Aviação.                                   
Fiquei admirado com a percepção de quão forte era esse sonho, mas também tinha conhecimento de que são homens assim - com H  maiúsculo  -   e que sonham alto,  os que fazem as coisas acontecerem.

O museu sonhado por Rolim foi construído na cidade de São Carlos – SP.

Mais de 20.000 metros quadrados de uma bela construção.
Mais de 90 aeronaves de todos os tipos e épocas.                                                        
Realizado com o esforço de muitos. Chegaram ofertas de doadores, aeronaves emprestadas para exibição e/ou compradas pela TAM.

O único “senão”, a meu ver, foi a localização do Museu.  São Carlos é uma bela cidade e o merece. sem dúvida.  Mas  não é um grande centro populacional, está distante da cidade de São Paulo  (230 quilômetros) e para se obter rendas e visitantes, é necessário contar com  grande  público.

Como exemplo cito meu caso:  não cheguei a conhecer o Museu.

Somente  o vi por fotos que me foram oferecidas. Não  dirijo  mais   automóvel (86 anos) e, embora sempre com disposição para ir a São Carlos, por várias vezes tentando sair em viagem com Fabio, meu filho também amante da Aviação,  a visita não aconteceu.
Não é desculpa de mau pagador. Simplesmente não fui conhecê-lo.

Na América Latina não se conhece um museu da aviação igual. 




    Lockeed  Constellation - aviões  imaculados -  apreciem a  construção do Museu



Voltando à estarrecedora notícia acima vinculada,  faço a pergunta:

PORQUE ?

Segundo o presidente atual do Museu o problema é verba.  Com gasto mensal estimado em  R$300.000,00,  diz ser impossível  continuar.

O ideal talvez fosse  transferir o Museu para uma cidade como São Paulo. Mas também não sabe como resolver o todo que adviria com essa decisão.

No último artigo que escrevi neste blog informei que a Prefeitura de SP estava pensando em transferir o Museu, se possível, para o complexo  Anhembi.                                                                          
Contudo, entre os vários pontos anotados pelo presidente do  Museu como difíceis para a mudança, há a dúvida sobre o Anhembi.  A área pertence  a ...  Prefeitura?  Estado ? ou é Federal,  como presa da revolução  de 1930?                                                       
E os custos reais que terá com as 90  aeronaves para desmontá-las e seu transporte? Onde conseguir patrocínio para tudo que é necessário?

Bem, quanto à propriedade do terreno  lembro que quando se resolveu construir um local para desfiles de Carnaval, foi erguido o Sambódromo. Lindo. E dentro da área de que falamos: o  ANHEMBI.                              
Nada tenho  contra o Carnaval, apenas  menciono o  Sambódromo como exemplo de como é possível se conseguir o uso da área.

E quanto ao patrocínio? Quem sabe “trabalhar” junto a empresas e porque não se falar numa  participação do povo como aconteceu, p. ex. nos projetos do “Criança Esperança” da Globo?

De fato é, sem dúvida, uma situação difícil. Mas acredito que um encontro de autoridades civis e militares com os aeronautas sonhadores seria um bom começo para se falar de um projeto tão ambicioso.                        
Como disse acima, acho que homens com “H” maiúsculo não são muitos, porém, tenho certeza que ainda podem ser encontrados por esse mundo afora.
Conheci alguns no passado que podem servir de exemplo e que valem  ser lembrados, como:

Prefeito Prestes Maia:  teve coragem de mudar o traçado do rio Tietê que transbordava constantemente isolando metade de São Paulo.                        
Construiu o Estádio do Pacaembu numa pirambeira danada que ninguém sabia como aproveitar.  Cortou a cidade com várias avenidas e alamedas. E... nunca  foi acusado de desvio de verbas, mudando o conceito de “ele rouba, mas faz.”

Prefeito Faria Lima:  com ele tive a oportunidade de debater, e muito, a possibilidade de se construir um local  para a prática do modelismo em São Paulo. E lá está ele - o Centro de Modelismo do Ibirapuera – funcionando até hoje.
Faria Lima era obstinado e sem papas na língua.  Abriu a bela  Av. 23 de Maio tomando uma decisão de construção que perdurava a quase meio século, tantos eram os problemas com as desapropriações das propriedades locais.                                             Sem medo,  iniciou as obras do Metrô de SP, um dos melhores do mundo, começando pela linha Zona Norte/Centro da cidade.

Assim como ao Faria Lima, conheci outros militares da Aeronáutica com os quais tive a oportunidade de conviver e que também tomaram decisões difíceis.
De época mais recente, lembro-me do Ten. Brigadeiro  do  Ar,  Sócrates Monteiro, o qual já tive ocasião de mencionar em outro artigo deste blog, e do qual acompanhei a trajetória dentro da Aeronáutica até chegar a Ministro da Aeronáutica no Governo Collor.  
Sócrates Monteiro tratou do reconhecimento do aeromodelismo como esporte e defendeu o Centro de Modelismo junto à Prefeita Erundina que pretendia fechá-lo.       E, fez funcionar o projeto Sindacta  de Defesa Aérea em nosso país.

A lembrança de tantas obras realizadas  com  o  esforço conjunto de homens públicos, autoridades  e “sonhadores”  nos faz reforçar a ideia de que uma reunião de cabeças pensantes seria ótima no caso da reabertura do nosso Museu da Aviação.                       Basta ter os  homens com “H”,  brigadeiros com “B”,  governantes interessados em preservar a história da aviação brasileira.

Mas, abro revistas, assisto telejornais, ouço falar em “Lava-jatos” e “Zelotes” onde são denunciados políticos e empresários. Os valores desviados são Bilhões e não Milhões.

Penso: Quanto valeria o projeto total da mudança do Museu para SP? De que número estamos falando?

Se já estou profundamente aborrecido com a notícia  do encerramento do Museu, lembrando dessa situação escabrosa do nosso país faço uma força danada para não perder a compostura  e soltar  alguns palavrões.

Afinal, vocês que acompanham a leitura deste modesto blog não merecem o desrespeito.